Bom Jardim Notícias.com

Mulher não se conforma com a morte do marido e resolve comer as cinzas dele

Em um programa de TV chamado My Strange Addiction, especializado em vícios estranhos que as pessoas adquirem, nunca pareceu uma mulher como Casie, uma viúva de 26 anos. Ela teve sérios problemas para lidar com a morte  repentina de seu marido, que foi vítima de um ataque de asma. A primeira coisa que ela fez foi se apegar às cinzas de seu marido – que ela levava com ela para onde quer que fosse.

Um dia, por acidente, ela deixou que uma parte das cinzas caísse em seus dedos. Ela achou que se sentiria muito mal se simplesmente lavasse as mãos. Para evitar isso, ela lambeu os dedos.

Pronto. Daí para frente, a coisa foi crescendo cada vez mais e, agora, ela diz ter comido praticamente meio quilo de cinzas. O gosto, Casie diz que é ruim. “Parece uma combinação de ovos podres, areia e lixa. Mas eu aprendi a amar esse gosto”.

As cinzas, vale dizer,  não são feitas para serem comidas. Há produtos químicos, usados para embalsamar o corpo, que podem causar diversos problemas para a saúde. Para se livrar do hábito, Casie teve que se inscrever em uma clinica em que não pode levar as cinzas e fica sob observação 24 horas por dia.

R7

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta