Bom Jardim Notícias.com

Curta metragem produzido em Limoeiro destaca o trabalho do Centro de Formação de Menores do Padre Luís Cecchin

Uma ótima notícia para o setor artístico e comunicativo em Limoeiro é a realização de mais um audiovisual de Walter Eudes. Todo gravado em Limoeiro, desta vez o comunicador e cineasta abordou o Centro de Formação – Instituto Padre Luis Cecchin, conhecida casa pedagógica e social limoeirense. O material já está 100% pronto e pasme!: é em italiano. Isto mesmo! As entrevistas em português do Brasil foram traduzidas e legendadas para o idioma italiano e ainda conta com a fala de alguns entrevistados que já falam este idioma europeu no Centro de Formação. A obra é uma encomenda do Instituto Pe. Luis Cecchin para ser passada na Itália e não há ainda agendada uma exibição local que já é tida como certa.

O material teve captação de imagens de Leonardo Siqueira e edição de Victor Wanderlley, ambos video-makers limoeirenses que têm experiência nas realizações domésticas em audiovisual (casamentos, aniversários, formaturas, etc.). A direção geral é de Walter Eudes, com auxílio do artista Jonatas Maia e a produção da equipe do Centro de Formação. O resultado final da obra surpreendeu a todos e todas que participaram da feitura da mesma. E, tanto o objetivo de divulgar o Centro na Itália parece ter sido conseguido e ainda mais um salto significativo no setor audiovisual em Limoeiro foi alcançado.

Ler mais…Segundo consta, este filme é o primeiro filme internacional da cidade que se tem noticia! Segundo Walter, “vai ser repetitivo, mas necessário afirmarmos que hoje em dia um enorme potencial de criação estética e comunicação residem no audiovisual; e que são muito acessíveis os recursos e técnicas para se fazer boas produções que venham a enriquecer nossa cultura e sociedade como um todo. Inclusive pode ser excelente recurso pedagógico a realização de pequenos filmes, e isto ainda não foi percebido pelo setor educacional”.

Limoeiro já se encontra inclusive pronto para um festival local de curtas. Com pequenos filmes feitos de câmeras de celular, fotográficas, animações de computadores ou até material profissional. “Nesta área, no audiovisual, estamos por aqui com tudo! Falta só disposição para, mesmo com poucos recursos, deslanchar uma área artística a mais na cidade e em sua população. Não podemos querer insistir no absurdo patético de que o Teatro como forma artística é a soberana das artes locais e a mais culta de suas manifestações e que quando se pensa em recursos municipais público para a arte e cultura, o Teatro abocanha a prioridade das poucas verbas (porque tem sido assim há quase vinte anos). Audiovisual é arte democrática e ampla. Engloba música, teatro, fotografia, artes plásticas, design, etc. Além de tudo, cinema, audiovisual é pura diversão, seja em assistir, ou mais ainda em fazê-lo”, avalia Eudes.

O filme sobre o Centro de Formação ficou com duração final de 24′(vinte e quatro minutos) e tem previsão de primeira exibição dia 11 de setembro na Itália, na região do Venetto (próximo a Veneza).

Assessoria de Comunicação / Produção do Audiovisual

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta