Bom Jardim Notícias.com

Ratinho e SBT são condenados por insultar igreja

Ratinho e SBT são condenados por insultar igreja

O apresentador Ratinho e o SBT foram condenados, após perderem também em segunda instância, a pagar R$ 150 mil de indenização a Victor Ricardo Orellana, pastor e fundador da Igreja Acalanto.

Em 2003, Ratinho mostrou imagens feitas com câmera escondida durante um culto. Na ocasião, o apresentador disse que a igreja era para gays, homossexuais e chegou a chamar o local de “igreja de viadinhos”.

SBT e Ratinho alegam que apenas exibiram imagens da igreja, que está em um lugar público. O apresentador ainda argumentou que agiu no exercício de sua profissão, que não houve qualquer intenção de ofensa e que, por isso, o pedido é abusivo.

Procurado, o SBT disse que vai recorrer da decisão.

As informações é do site NaTelinha.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta