Bom Jardim Notícias.com

Relacionamento a distância

Relacionamento a distância

O relacionamento a distância é uma coisa engraçada: quase todo mundo fala que só daria problemas e até mesmo que não viveriam, mas, quando se apaixonam por alguém que está longe só querem arrumar as soluções e viver isso a fundo, não é mesmo?

A primeira coisa a se fazer quando o relacionamento é a distância é tentar não pensar muito nisso. Evite pensamentos do tipo “se ele estivesse aqui estaríamos fazendo tal coisa”, “é uma

pena ele não estar aqui hoje porque estou triste (ou porque estou muito feliz)” pelo simples fato de que ele não está aí e, ficar pensando nisso não só não iria fazer com que ele aparecesse, como também provavelmente iria fazer com que você ficasse cada vez mais triste e magoada.

Ninguém namora pra entrar na deprê, né? saí pra lá! Então, vamos logo para o básico do “quem não tem cão caça com gato” e arrume seu gato! Se você não tem o cara em alguns dias que você gostaria de ter tudo bem porque certamente você terá muito o que fazer da vida e por você mesma que não seja ficar pensando nele e em como é triste a sua vida “solitária”, né? Então, você pode ficar assistindo um seriado, estudando para aquela prova do vai ou racha ou até mesmo ficar em sua própria companhia, que, caso você ainda não saiba é uma das

melhores que você poderia ter no mundo, ainda que eventualmente você precise de outras.

Eu sei que é difícil ser feliz quando achamos que nossa “outra parte” está do outro lado, mas  lembre-se que ela volta! Então, se seu namorado só vem no final do mês, por exemplo, já vá fazendo a listinha dos afazeres para todos esses dias “livres”, que assim você com certeza terá a cabeça um pouco mais ocupada e aliviaria consideravelmente as chances de você ficar na derrota vendo filme romântico da sessão da tarde e pensando nele.

Outra coisa importante é tentar não passar essa aflição pra ele. Não deixe que ele sinta que você está triste sem ele e que fica ansiosa porque de duas uma: ou ele vai ficar com peninha de você (o que nem no bom sentido seria bom) ou ele vai te achar uma desocupada, ainda que te ame. Ninguém gosta de sentir que tem um peso tristonho pra carregar ,né? do tipo ” ai meu Deus, quando estou com ela ela fica triste porque sabe que eu irei embora e quando estou sem ela ela fica triste porque não estou por perto”. Ninguém merece, né?

Acredito que a ideia do namoro seja arrumar soluções e não caçar problemas. Então, se o problema tem solução ótimo e é só dar um jeito, porém, se não tem – que é o que parece ser o seu caso (já que certamente vocês não moram na mesma cidade porque alguém não pode, né?) espere o momento em que vocês possam recorrer a uma solução efetiva e, enquanto isso não é possível  siga sua vida, tente esquecer um pouco dele para se lembrar nas horas certas (do tipo antes de dormir e não quando for fazer um trabalho importante, por exemplo) e tenha em mente que relacionamento a distância é difícil sim, mas, se você complicar ainda mais do que é e ficar pensando chorumelas seria como jogar lixo ventilador: na hora que você ver já está tudo tão esparramado que você não tem mais nem como limpar.

Por fim, veja se o cara está valendo a pena mesmo. As vezes a gente perde muito tempo com alguém que nem merecia tanta energia gasta e, outras vezes, temos um carinha até bem mais interessante por perto que poderíamos usufruir sempre que quiséssemos. E, nunca se esqueça que para manter qualquer tipo de relacionamento vivo e saudável é necessário a colaboração e empenho de ambos. Então, não vá ficar esquentando a cabeça sozinha, heim?

Fonte: http://pergunteaumamulher.blogspot.com

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta