Bom Jardim Notícias.com

Mitos Desmentidos – Ar Fresco, Banho e Café Ajudam A Curar Bebedeira

Mitos Desmentidos – Ar Fresco, Banho e Café Ajudam A Curar Bebedeira

Não há milagre para quem está bêbado, o jeito é esperar o tempo passar, até que o organismo se encarregue de eliminar todo o álcool absorvido. E isso pode demorar um bocado, já que o fígado leva cerca de uma hora para metabolizar uma simples taça de vinho uma lata de cerveja. Portanto, se você tomou 10 latinhas, vai ficar com álcool no sangue por pelo menos 10 horas. Uma injeção de glicose na veia pode abreviar a duração do porrer – ela restabelece sua taxa de açucar, drasticamente reduzida depois de tanta bebida. mas é só. A fresco e banho gelado são receitas que não funcionam. E café pode até agravar o estado do bebum.
O álcool age como depressor do sistema nervoso central, enquanto a cafeína presente no café faz o contrário – é um estimulante. Mas seu efeito energético é discreto e não se justifica no caso de uma bebedeira”, afirma Jacob Faintuch, professor-médico de clínica geral do Hospital das Clínicas , em SP. “Se você der café a um sujeito nauseado, ele pode vomitar ainda mais”.
Uma ducha fria, por sua vez, ajuda tanto quanto gritar com um indivíduo alcoolizado: pode reanimá-lo um pouquinho, mas não resolve o problema. “Uma ressonância magnética do cérebro, antes e depois do banho, revelaria que este indivíduo continua bêbado, sem qualquer alteração na atividade cerebral”, diz o médico. Já o ar fresco… Bem, ar fresco não faz mal a ninguém. Sair de um ambiente fechado, muitas vezes poluído pela fumaça de cigarros, certamente alivia o enjoo típico de quem encheu a cara. Mas isso também não vai curar bebedeira alguma. O problema de um bebum não é falta de ar, é excesso de álcool no sangue.

Fonte: Revista 57 Grandes Mitos Que a Super Desmente.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta