Bom Jardim Notícias.com

Bom Jardim e Gravatá encantam comitiva de Honduras em Pernambuco

Representantes do governo daquele país cumpriram agenda no Agreste para conhecer a realidade da Assistência Social no Estado e a gestão do Programa Bolsa Família

À convite de Kilma Luna, gerente de Proteção Social Básica da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, uma comitiva de Honduras visitou nesta segunda-feira (28) os municípios de Bom Jardim e Gravatá, no Agreste. O objetivo foi conhecer a realidade da Assistência Social nas cidades e a gestão do governo do Estado à frente do Programa Bolsa Família. A delegação hondurenha, que é chefiada pela Sra. María Elena Zepeda, ministra do Programa de Bonificação da Família (PRAF), pretende levar na bagagem as experiências pernambucanas na execução dos programas sociais.
Nesta manhã, o grupo foi recebido pelo prefeito de Bom Jardim, João Lira, e o secretário de Assistência Social, Célio Borges. Eles apresentaram as ações do município e destacaram o papel do Governo do Estado na qualificação de crianças, jovens e adultos da cidade. Segundo Kilma Luna, que também coordena o Bolsa Família no Estado, a SEDSDH financia, por meio do Programa Pernambuco no Batente, a qualificação de 200 jovens na área Têxtil (Moda e Confecção).
Durante o discurso, María Elena Zepeda agradeceu o convite do Governo do Estado. Ela destacou que vai levar ao continente americano muitas experiências da gestão dos programas sociais. Disse ainda que em seu país muitas pessoas precisam da Assistência Social, principalmente, àqueles que vivem nos guetos e nas comunidades mais afastadas dos grandes centros.

Nesta terça-feira (29), os estrangeiros terão a oportunidade de conhecer a realidade da Assistência Social em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. A idéia é socializar as experiências de gestão descentralizada e do acompanhamento das famílias no cumprimento das condicionalidades do PBF.
A expectativa também é grande para a reunião que acontece à tarde no auditório da SEDSDH. Antes do retorno ao continente da América Central, os hondurenhos poderão conhecer outras ações da pasta, como no enfrentamento às drogas, inclusão produtiva e proteção às vítimas de ameaças de morte. É que às 13h30, Ana Rita Suassuna, secretária executiva de Desenvolvimento e Assistência Social, e Clodoaldo Silva, secretário executivo de Coordenação da Gestão, apresentam com detalhes os Programas Todos com a Nota – Módulo Solidário, Vida Nova, Pernambuco no Batente, Atitude, etc.

Fonte: Por Oscar Lobo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta