Bom Jardim Notícias.com

A origem dos presentes no Natal

Reis Magos/Reprodução

Devemos aos três Reis Magos, Baltasar, Melquior (ou Belquior) e Gaspar, a tradição de presentear as pessoas no Natal Eles partiram de suas terras e, guiados pela luz de uma estrela resplandecente, chegaram à gruta, em Belém, na Judéia, para adorar o filho de Deus que havia nascido, ofertando-lhe régios presentes: Ouro, Incenso e Mirra..

No ritual da antigüidade o ouro era o presente para um rei, o incenso para um religioso representando a espiritualidade e a mirra para um profeta (a mirra era usada para embalsamar corpos e, simbolicamente, representava a imortalidade). Melquior ofereceu ouro; Baltasar, incenso e Gaspar, mirra. Estes presentes confirmam o caráter de Jesus (rei, sacerdote e profeta) como símbolo do reconhecimento que aquela criança pobre que acabara de nascer haveria de se tornar um grande líder mundial e o salvador do mundo.

A designação mago era dada à classe dos sábios ou eruditos, cada um representava um continente. Segundo a lenda, Rei Melquior, o mais velho, trouxe da Ásia o ouro. Rei Gaspar, o mais jovem dos Magos, da Europa trouxe o incenso. O último a chegar foi Rei Baltazar, da África o Rei Negro trouxe a Mirra. As prendas doadas à época do nascimento do Menino Jesus eram sagradas, simbolizavam a realeza, divindade e a imortalidade do novo Rei.

Mas o maior presente  do mundo, foi dado por Deus aos homens. Ele nos enviou o seu filho, que nos deu sua própria vida para nos ensinar o verdadeiro significado do amor…amar é doar!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta