Bom Jardim Notícias.com

Estudo científico comprova que religião ajuda a manter a paciência e o autocontrole

Estudo científico comprova que religião ajuda a manter a paciência e o autocontrole
O comportamento humano pode ser influenciado pela religião de forma positiva, oferecendo ao indivíduo que a pratica um maior autocontrole. A afirmação é parte do relatório de um estudo científico produzido por pesquisadores da “Queen University” , do Canadá e publicado na revista Psychological Science.
A experiência que levou a tais conclusões foi feita com um grupo de pessoas, em quatro fases distintas e atestou que pessoas religiosas possuem maior capacidade de lidar com problemas, paciência e autocontrole: “Até agora, acreditava-se que a religião era apenas uma questão de fé, que não havia mais que isso para as pessoas, nenhum uso prático. Esta pesquisa sugere que, na verdade, a religião pode ter uma função muito útil na sociedade. As pessoas podem se beneficiar da religião não apenas para lidar com a transcendência, o medo da morte ou a expectativa da vida após a morte. Ela também possui fins práticos para a vida cotidiana”, afirmou Kevin Rounding , psicólogo e coordenador dos estudos.

A experiência consistiu em dividir os participantes em dois grupos que receberam frases para refletir. O conteúdo das frases que uma metade recebeu era religioso, e o conteúdo das frases que a outra metade recebeu, era composto por frases neutras. Depois da reflexão, os participantes precisavam ingerir uma “bebida amarga”, sem saber de que bebida se tratava e que seriam pagos de acordo com a quantidade que bebessem.
Ao final, o resultado apontou para um número curioso, pois as pessoas que haviam refletido as frases de conteúdo religioso tomaram em média sete xícaras da bebida, enquanto que as pessoas que receberam frases neutras tomaram uma média de quatro copos. A bebida era suco de laranja com vinagre. “Estes números foram usados como nossa medida de autocontrole. O maior consumo representa maior esforço de autocontrole”, explica o relatório, divulgado pelo Toronto Sun.
Uma outra experiência foi feita com um segundo grupo. Separados de forma semelhante, um dos grupos recebeu conteúdo religioso e o outro, neutro. Ao final, as pessoas foram informadas que poderiam retornar no dia seguinte e receber uma remuneração de Us$ 5 dólares, ou, poderiam aguardar uma semana e retornar para receber US$ 6 dólares. 60% dos participantes do grupo que recebeu conteúdo religioso optou por voltar na semana seguinte, enquanto que o índice do grupo que recebeu frases neutras, foi sensivelmente menor: 34%.
Kevin afirma que a descoberta pode demonstrar que a religião exerce uma influência positiva: “Nossa descoberta mais interessante foi que os conceitos religiosos são capazes de aumentar o autocontrole, após terem sido testados ao máximo em tarefas não relacionadas. Em outras palavras, mesmo quando poderíamos prever que as pessoas seriam incapazes de exercer o autocontrole, os temas religiosos das frases parecem ter lhes ajudado a exercer o autocontrole”.
Fonte: Gospel+

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta