Bom Jardim Notícias.com

Mitos e verdades sobre a prática de exercícios

Mitos e verdades sobre a prática de exercícios

Existe uma hora ideal para malhar? Levantar peso engorda? Preciso suar em bicas para emagrecer? Descubra o que é verdade e o que não passa de uma grande mentira na prática de exercícios.

  • Abdominais exterminam a gordura abdominal.

Mito. A verdade é que esse tipo de exercício trabalha os músculos da região fortalecendo-os e tornando-os definidos. Porém, só quem dará conta de eliminar a gordura do corpo são os exercícios aeróbicos, como a corrida, caminhada, futebol e dança.  “Você pode fazer mil abdominais por dia, mas isso não vai reduzir a gordura da região. Aliados aos exercícios aeróbicos, os abdominais ajudam no processo de troca de gordura por massa magra”, explica Fernando Beja, personal trainer do Rio de Janeiro.

  • Musculação emagrece.

Mito. Os exercícios aeróbicos são os maiores responsáveis por queimar as gorduras. Mas, investir alguns minutos em um treino de resistência de força – realizado com cargas leves e muitas repetições – diminui o percentual de gordura no tecido adiposo e estimula o metabolismo basal, que deixa contribui para  que o organismo permaneça em constante queima.

  • A queima de calorias só começa a partir do 20º minuto de exercício

Mito. Se você corre por dez minutos, queimará a quantidade de calorias correspondentes ao tempo de exercício praticado. “Esta história surgiu já que o gasto calórico só se torna relevante quando os exercícios são praticados por um tempo mais extenso”, explica Beja. Qualquer atividade física gasta calorias, mas para emagrecer, este gasto precisa ser grande.

  • Você só emagrece se malhar cinco vezes por semana

Verdade. Segundo um estudo realizado pelo American College of Sports Medicine, o ideal é que, ao longo da semana, você pratique cinco dias de exercícios e descanse dois, intercalando os dias de prática e descanso. Este intervalo entre os dias de prática é essencial para que as microlesões ocasionadas pelos treinos de força se recuperem. “Mas o volume e intensidade do treino devem variar conforme o objetivo do praticante”, orienta o personal trainer.

  • Quanto mais suor, mais emagrecimento.

Mito. Suor não é sinônimo de queima de gordura! Quando a temperatura interna do corpo ultrapassa os 37 graus, o suor age como um mecanismo de refrigeração. Os vasos sanguíneos próximos à pele se dilatam e estimulam as glândulas sudoríparas a iniciarem o processo de transpiração para esfriarem o corpo. Durante a atividade física, você perde água e sais minerais. Se você se pesar logo após a atividade física, pode até perceber que o ponteiro da balança caiu. Porém, basta se hidratar o corpo que logo o peso volta ao normal. “O ideal é que ao longo da atividade, se beba dois goles de água a cada 5 ou 10 minutos. Além de sempre usar roupas leves”, diz Beja.

  • Malhar em jejum emagrece.

Mito. Ao acordar, normalmente a pessoa está oito horas sem comer e com a taxa de glicose bem baixa no sangue. Sem carboidratos estocados, o corpo opta por queimar a massa muscular. Praticar exercícios sem estar bem alimentado, faz com que a pessoa queime massa muscular sem perder gordura. E isso pode até fazê-la desmaiar. Antes de malhar, coma uma fonte de carboidrato leve: pão, suco, fruta. Espere cerca de duas horas e faça uma refeição mais completa, para repor o que foi perdido durante a malhação.

  • Sentir dor depois do exercício é sinal de que está funcionando

Mito. É normal sentir dores após os primeiros dias de treino. Mas se as dores continuarem a aparecer mesmo com o condicionamento físico pode ser sinal de que você está pegando muito pesado. “Tome cuidado com o exagero na hora do exercício. Isso pode acabar ocasionando uma lesão por estresse”, indica o personal trainer.

  • É melhor fazer nada que ser atleta de final de semana.

Mito. Apesar do atleta de final de semana estar mais propensos a sofrer lesões ou até mesmo um ataque cardíaco por conta da falta de condicionamento físico, é possível praticar exercício durante os dias de folga sim, desde que haja certo cuidado. “O ideal é regrar a intensidade da prática. Não adianta ficar sem praticar exercícios a semana inteira e achar que pode abusar no sábado e domingo”, explica Fernando. Fazer uma caminhada ou jogar futebol durante 20 minutos pode ser bom.

  • Músculos são mais pesados que gordura

Verdade. Os músculos de fato pesam mais que gordura. Tanto é assim que algumas pessoas veem os ponteiros da balança subirem mesmo quando investem na malhação. Por isso, além de ficar atento ao seu peso, olhe também para seu condicionamento físico.

  • Pilates emagrece

Quase mito. O principal objetivo da modalidade não é perder peso, mas sim proporcionar consciência corporal, postura e respiração. O trabalho cardiovascular é baixo, mas os exercícios praticados durante uma aula podem tonificar e contribuir para que a gordura corporal seja trocada por massa magra.

  • Natação é o exercício mais completo

Mito. Apesar de muita gente defender que os exercícios sob a água sejam os mais eficientes para alcançar a boa forma, uma pesquisa conduzida na Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, comparou a natação ao balé clássico. E constatou que os dançarinos têm melhor condicionamento físico, força muscular, coordenação, equilíbrio.

  • Malhar 30 minutos por dia emagrece

Quase verdade. Além de queimar calorias por meia hora, é preciso lembrar que é necessário uma alimentação balanceada.

  • Para a malhação fazer efeito, preciso sempre trocar de treino

Mito. Se você pratica uma série de exercícios criada com um objetivo claro, você não precisa mudá-la para que ela continue fazendo efeito. “O que muda é que com o condicionamento físico adquirido, talvez a pessoa queira variar os exercícios ou torna-los mais pesados”, explica Fernando.

  • Quem malha precisa ingerir suplementos alimentares

Mito. Nem todo mundo precisa ingerir suplementos alimentares. Algumas pessoas conseguem repor o que foi perdido ao longo da malhação através dos alimentos. E quem consome esses suplementos sem a real necessidade, corre o risco de ver a balança marcando alguns quilos a mais.

  • Quem malha pela manhã tem melhores resultados

Mito. Cada pessoa deve procurar o horário que se sente mais confortável para praticar exercícios. “Sempre recomendo os horários mais frescos ao longo do dia: pela manhã ou começo da noite”, diz Fernando. Cada período tem suas vantagens e desvantagens e você deve avaliar quando se sente mais disposto.

Fonte – www.fuxico

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta