Bom Jardim Notícias.com

Vítimas atingidas por explosão em Frente ao Horto de Dois Irmãos seguem internadas em estado grave

Vítimas atingidas por explosão em Frente ao Horto de Dois Irmãos seguem internadas em estado grave

Luandson José da Silva de Oliveira, de 19 anos, que teve as pernas amputadas depois que um cilindro de gás explodiram nesta sexta-feira no entorno da Praça Farias Neves, na entrada do Horto de Dois Irmãos, zona norte do Recife, foi operado no final da tarde no Hospital Getulio Vargas. O estado de saúde dele é grave e ele segue internado na UTI. Já Marcelo de Paula dos Santos, 42, que era o dono do cilindro, também se operou e segue na UTI do HGV. Ele também perdeu as duas pernas com a explosão e o estado de saúde dele também é grave.

A explosão também atingiu José André da Silva, 37, e Geraldo da Conceição Filho, 17, que tiveram queimaduras de segundo grau. O estado de José André é grave, porém estável e sem risco de morte. Ele está consciente e segue internado na unidade de trauma do Hospital da Restauração. José não tem previsão de alta e vai permanecer no hospital em observação. A família dele está no local. Geraldo da Conceição Filho também teve queimaduras de segundo grau, foi encaminhado para a UPA da Caxangá, mas já recebeu alta no final da tarde.

De acordo com a assessoria de comunicação do Horto de Dois Irmãos, o acidente aconteceu por volta das 13h15. No final da tarde, a assessoria enviou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido. O documento explica que é terminantemente proibida a entrada de visitantes com balões e bexigas no Parque, e também a venda destes produtos dentro do zoológico. Vale salientar que essa é uma norma de segurança típica de zoos, uma vez que, ao estourarem, restos dos balões podem chegar aos recintos dos animais e serem ingeridos por eles.

“Não temos autoridade para fazer qualquer tipo de fiscalização deste tipo de comércio na área externa do Parque. Por se tratar de uma área pública, em datas de grandes aglomerações estes vendedores aparecem, assim como acontece em outros locais do Grande Recife”, esclarece a gerente do Parque, Silvana Silva. “O que estamos fazendo é um apelo aos órgãos fiscalizadores para que vistoriem não só os cilindros, mas também os botijões de gás utilizados por estes ambulantes.”

O perito do IC Gilson Freitas explicou que diversos fatores podem ter provocados a explosão. “O propriteário do cilindro não tinha habilitação para exercer esta atividade. Ou seja, pode ter sido um manuseio errado, material inapropriado, além de uma série de outras possibilidades”, explica Gilson.

O local estava lotado por conta das comemorações do Dia das Crianças. A administração do parque estadual contabilizou cerca de 18 mil visitantes durante todo o dia de hoje. O horto não fechou as portas depois do acidente.

Font – DP

Fonte – NE TV

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta