Bom Jardim Notícias.com

Morre, no HGV, jovem vítima de explosão no Recife

Já havia suspeita da morte cerebral do jovem nesse domingo (14). No entanto, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) não confirmou se essa foi realmente a causa do falecimento. Luandson estava vendendo balões e utilizava o gás

Imagens NE10

O jovem Luandson José da Silva, 19 anos, não resistiu e acabou falecendo, na madrugada desta segunda-feira (15), no Hospital Getúlio Vargas (HGV), na Zona Oeste do Recife. Luandson foi uma das vítimas que tiveram as duas pernas amputadas com uma explosão após vazamento de gás em frente ao Horto de Dois Irmãos, também na Zona Oeste, nessa sexta (12). O estado de saúde das outras vítimas deve ser divulgado ainda nesta manhã.

Já havia suspeita da morte cerebral do jovem nesse domingo (14). No entanto, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) não confirmou se essa foi realmente a causa do falecimento. Luandson estava vendendo balões e utilizava o gás.

O outro vendedor de balões que perdeu as duas pernas após a explosão, Marcelo de Paula Santos, 42, ainda está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) também do HGV, mas já está consciente e recebendo a visita dos familiares, de acordo com o último boletim médico divulgado pela SES, nesse domingo (14).

Dois visitantes do Parque também foram feridos. José André da Silva sofreu queimaduras de segundo grau nas pernas e está internado no Hospital da Restauração (HR), no Centro. O boletim desse domingo informava que ele estava consciente e passava bem. O adolescente Geraldo da Conceição Filho, 17, foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá com ferimentos leves.

Crianças que também estavam em frente ao Parque Dois Irmãos ainda tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas para a UPA dos Torrões e depois levadas para hospitais particulares. A unidade de saúde não forneceu mais detalhes sobre o estado delas.

Fonte – JC

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta