Bom Jardim Notícias.com

Brasileirão 2012: Veja como estaria a classificação hoje se não houvesse a interferência da arbitragem:

Brasileirão 2012: Veja como estaria a classificação hoje se não houvesse a interferência da arbitragem:

Arbitragem no Brasil sempre é motivo de polêmica, isso é fato! Entretanto o site PLACAR REAL : http://www.placarreal.com.br/ traz informações desde o ano passado sobre o Campeonato Brasileiro que põe em xeque a lisura e os graus de erros cometidos pela arbitragem brasileira no campeonato nacional mais competitivo do mundo e que pode até fazer a diferença entre a conquista ou a perda de um título, o rebaixamento um não de uma equipe a conquista ou não de uma vaga para a Libertadores ou Copa Sulamericana …

Veja abaixo como está a parte de cima da tabela após a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012 (a outra parte da tabela vem logo a seguir), sendo que o lado esquerdo é a classificação atual e o lado direito é a classificação sem os erros de arbitragem:

 PLACAR REAL - Sem a interferência dos erros de arbitragens, o líder seria o Atlético-MG (66) depois viria o Flu (64), 3º - Grêmio (57), 4º Corinthians (56), depois São Paulo, Botafogo...

Das 6 primeiras equipes, que brigam ou pelo título ou por uma vaga para a Copa Libertadores, apenas Grêmio (3º) e Botafogo (6º) é que estariam em suas posições corretas, sendo que a pontuação nesse caso é que mudaria: O Grêmio sairia dos 60 pontos e ficaria com 57 pontos e o Botafogo ganharia mais pontos, saindo dos 50 e ficando com 54. O Corinthians é o mais prejudicado pois nem entre os 6 primeiros aparece na classificação atual e olhando na segunda parte da tabela, hoje ele está em 8º mais deveria estar em 4º, com 56 pontos ao invés de seus 47. O São Paulo cairia uma posição e ficaria em 5º e teria 3 pontos a menos, 55. O Internacional sairia do 5º lugar e desceria para a 7ª colocação e ficaria com 3 pontos a menos, neste caso 48 pontos. E a grande queixa deve ficar mesmo por conta dos torcedores do Galo, pois o Atlético Mineiro ganharia a liderança e teria a mais 3 pontos, somando 66. Já o Fluminense, atual líder do Brasileirão, não teria seus pomposos 72 pontos, pelo contrário, estaria com incríveis 8 pontos a menos e com dois de desvantagem do Galo, ou seja 64 pontos.

 PLACAR REAL - Sem os erros de arbitragens, a classificação hoje estaria Com Cruzeiro, Sport, Figueirense e Atlético-GO na zona de rebaixamento! O Vasco cairia para 8º, a Portuguesa pularia para a 12ª posição, o Palmeiras para a 13ª, o Bahia<br />
subiria uma posição, Santos cairia para 14º e o Fla para a 16ª colocação.O Náutico subiria para 11º e o Coritiba desceria para o 12º lugar.</p>
<p>- TIMES MAIS PREJUDICADOS PELA ORDEM >>> Palmeiras, Corinthians, Portuguesa<br />
- TIMES MAIS FAVORECIDOS PELA ORDEM >> Cruzeiro, Santos, Flamengo, Internacional

 Se na parte de cima as coisas estão como deveria estar, na parte intermediária e na parte debaixo da tabela a situação não é diferente! Para se ter uma ideia, o Cruzeiro, que hoje é o 9º colocado e está com 43 pontos, despencaria para a 17ª posição estando assim na zona de rebaixamento e teria apenas 36 pontos (ou seja, 7 pontos a menos que a atual classificação e 8 posições atrás). Outro que tem uma diferença considerável é o Santos: O time da Vila Belmiro cairia de 11º para o 14º lugar saindo dos 43 pontos para os 38 pontos. A Portuguesa estaria 3 posições acima e com 5 pontos a mais: Pularia do 15º para o 12º lugar e não teria 40 e sim 45 pontos). O Palmeiras é outro que foi bastante prejudicado, o time alviverde ainda estaria lutando para não cair, contudo teria 2 pontos a mais que o Cruzeiro, time que abriria o Z-4: O Palmeiras estaria em 13º e teria 38 pontos, ou seja, 6 pontos a mais que sua pontuação atual e 5 posições acima de sua colocação hoje, que é a 18ª posição). O Flamengo cairia um pouco na tabela, saindo de sua atual 14ª colocação e ficando em 16º no limite da entrada da zona de rebaixamento com 1 ponto apenas de vantagem do Cruzeiro. O Flamengo teria 37 pontos e não seus 40 pontos que ele tem hoje. O Bahia teria seus mesmos 37 pontos mas subiria uma posição, saindo de 16º para o 15º lugar.
A Ponte Preta ganharia uma posição e mais 3 pontos (ficando em 9º lugar e com 47 pontos), o Náutico subiria duas posições e ficaria com 3 pontos a mais (estaria em 11º com 45 pontos). O Coritiba também ganharia duas posições, mas estaria com 4 pontos a mais na tabela ( 10º lugar com 46 pontos). Na zona de rebaixamento, apenas o Palmeiras (levando em conta os 4 clubes que estão hoje na zona da degola) estaria fora dela e os demais continuariam e, como foi dito, a novidade seria o Cruzeiro. Sport e Figueirense manteriam seus pontos atuais (33 e 29 respectivamente), todavia o Sport cairia uma posição, de 17º para 18º e o Figueirense se manteria na 19ª colocação, sendo o time catarinense até então como o único clube que não teve modificação nem em sua pontuação nem na sua classificação. O Atlético-GO permaneceria na lanterna da competição mas teria apenas 18 pontos e não seus atuais 23 pontos.

  
 Times mais Prejudicados
 O que o Site Placar Real tenta ilustrar é a comparação entre a situação que vemos e a que não deixam-nos enxergam, pois se tivéssemos menos erros de arbitragens, nosso Campeonato Brasileiro e até a nossa arbitragem mesmo, teria maior respeito e credibilidade. Não basta termos o campeonato nacional mais equilibrado, dinâmico, difícil e compatitivo se nossa arbitragem está sempre deixando a desejar, temos sim que evoluir nisso, porque não são lances apenas difíceis, são lances primários e simples que também entram nas estatísticas e fazem com que os torcedores e os jogadores passem a não aceitar tais posições da arbitragem devidos às constantes barbeiragens dos árbitros e assistentes brasileiros. Tomara que isso um dia ainda mude que os erros diminuam drasticamente para que a arbitragem não seja mais o assunto principal a cada término de rodada do nosso tão amado Brasileirão!
Fonte – http://www.digaofutebol.com

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta