Bom Jardim Notícias.com

Top 10 maiores folhas salariais do futebol brasileiro

Top 10 maiores folhas salariais do futebol brasileiro

O Top Semanal desta semana é  importante para os torcedores pereceberem se os seus clubes estão investindo corretamente o dinheiro arrecadado. Alguns estão gastando fortunas e obtendo retorno de acordo com o investido. Outros, no entanto, dão shows de péssimas administrações e dinheiro jogado no lixo.

10º lugar

R$ 4 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 7º

O Vasco aparece na 10ª posição, mas se pagasse apenas o que tem condição certamente não apareceria nem na lista. O time cruzmaltino deve 3 meses de salários atrasados aos seus jogadores. Mesmo com essa situação delicada que já se arrasta ao longo dos meses, o elenco conseguiu permanecer no G4 durante muito tempo. Porém, após a saída de Cristovão Borges, o Trem Bala desengrenou, perdeu 6 partidas seguidas e agora é apenas o 7º colocado.

R$ 4, 3 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 5º

Desde que Maurício Assumpção assumiu a diretoria do Botafogo em 2009, o clube da estrela solitária ainda não conseguiu fazer nenhuma campanha brilhante e ser campeão de algum campeonato importante, mas, pelo menos, ele profissionalizou a gestão do clube, faz uma administração responsável e o Botafogo não briga mais para não cair. Mesmo com a 9ª folha salarial, o alvinegro consegue fazer uma boa campanha e está na 5ª colocação do Campeonato Brasileiro. Vale destacar que essa folha recebeu um grande aumento desde a contratação do holandês Clarence Seedorf, que recebe cerca de 700 mil reais por mês.

R$ 5 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 12º

Com vários casos de salários atrasados durante o ano, o Flamengo aparece na 8ª posição da lista, sendo que a diretoria briga cabeça à cabeça com a do Palmeiras pela liderança da diretoria mais bagunçada do Brasil. Segundo consta, o salário de Vágner Love é de 500 mil reais, o de Liédson é de 300 mil, assim como o de Ibson.

R$ 5, 1 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 8º

Apesar de ter um elenco recheado de jogadores e possuir a maior verba da TV Globo, o Corinhians não está entre os líderes deste ranking para surpresa de muitos. O Timão é apenas o 7º e faz uma boa campanha no Campeonato Brasileiro, visto que o clube já venceu a Libertadores no ano e não possui tantas ambições mais. O salário de 400 mil reais de Emerson Sheik é o maior do plantel. Por incrível que pareça, nos últimos meses o clube vem reduzindo o valor da sua folha salarial.

R$ 5, 5 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 2º

Engana-se quem pensa que Ronaldinho Gaúcho foi o grande responsável pela “alta” folha salarial do Galo. R49 recebe bem abaixo do que muita gente pensa, pois estava sem mercado quando saiu do Flamengo e querendo mostrar para o mundo que ainda sabe jogar muita bola. A boa administração do Atético fez o time praticamente garantir vaga na Libertadores depois de 12 anos e lutar pelo título durante o ano. Alguns outros jogadores, como Victor, Guilherme (que recebia 280 mil reais mensais no Dínamo de Kiev), Jô e Richarlyson também são responsáveis pelo aparecimento do Galo nesta lista.

R$ 5, 9 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 18º

O aparecimento do Palmeiras na lista comprova (mais ainda) a péssima gestão da incrivelmente bagunçada diretoria alviverde. Encabeçando a lista dos mais afortunados do clube paulista está Valdívia, que recebe 500 mil reais mensais.

R$ 6 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 6º

Desde o início do século atual, o Internacional se tornou um dos maiores exemplos de boa gestão do futebol brasileiro. Apesar disso, nos últimos 3 anos, o Inter é sempre apontado como um dos favoritos, mas nunca consegue chegar mais adiante no Campeonato Brasileiro. Parece que os jogadores se acostumaram com a 6ª e a 7ª colocações. Com a 4ª folha salarial do país e um elenco recheado de craques, esperava-se muito mais do Colorado. D’alessandro recebe a singela quantia de 700 mil reais mensais, o maior da história do futebol do Rio Grande do Sul, enquanto Diego Forlán fatura R$ 415 mil por mês.

R$ 6, 4 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 4º

O São Paulo faz uma boa campanha, porém abaixo do esperado (pelo histórico recente do clube no Brasileirão) e do investido. Com o maior folha salarial do estado de São Paulo, o tricolor paulista desembolsa 6,4 milhões de reais por mês aos seus jogadores. Fontes afirmam que o clube possui um teto salarial de 300 mil reais por mês e apenas Rogério Ceni e Luis Fabiano podem ultrapassar esse limite.

R$ 7 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 3º

Espantou-se com o Grêmio ocupando a 2ª colocação deste Top? Poisé…eu também. Além dos altos salários de Kléber (500 mil reais por mês), Marcelo Moreno (320 mil reais por mês), Zé Roberto (300 mil reais por mês), Elano (que recebia 418 mil reais por mês no Santos) o fato se explica pelos altos salários de Gabriel (240 mil reais por mês), que não vem sendo aproveitado e Fábio Aurélio (180 mil reais por mês), que se lesionou logo na sua chegada.

R$ 8 milhões

Posição no Campeonato Brasileiro: 1º

Para montar um time capaz de ser campeão brasileiro é necessário um elenco recheado de bons jogadores em todas as posições. O Fluminense é a prova disso, pois tem um goleiro espetacular, bons zagueiros, excelentes volantes, meias diferenciados e atacantes sensacionais. Um time assim, obviamente, não custa barato. Por causa da sua parceria com a Unimed, o clube carioca consegue bancar os salários astronômicos dos seus principais jogadores. Thiago Neves recebe 730  mil reais por mês Fred 750  e Deco 759.

Fonte: Diário de São Paulo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta