Bom Jardim Notícias.com

REFLEXÃO: antes que nossos filhos cresçam.

REFLEXÃO: antes que nossos filhos cresçam.

“Bons filhos conhecem o prefácio da história de seus pais. Filhos brilhantes vão muito mais longe, conhecem os capítulos mais importantes das suas vidas.

Bons jovens se preparam para o sucesso. Jovens brilhantes se preparam para as derrotas. Eles sabem que a vida é um contrato de risco e que não há caminhos sem acidentes.

Bons jovens têm sonhos ou disciplina. Jovens brilhantes têm sonhos e disciplina. Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas, que nunca transformam seus sonhos em realidade, e disciplina sem sonhos produz servos, pessoas que executam ordens, que fazem tudo automaticamente e sem pensar.

Bons alunos escondem certas intenções, mas alunos fascinantes são transparentes. Eles sabem que quem não é fiel à sua consciência tem uma dívida impagável consigo mesmo. Não querem, como alguns políticos, o sucesso a qualquer preço. Só querem o sucesso conquistado com suor, inteligência e transparência. Pois sabem que é melhor a verdade que dói do que a mentira que produz falso alívio. A grandeza de um ser humano não está no quanto ele sabe,  mas no quanto ele tem consciência que não sabe.

O destino não é freqüentemente inevitável, mas uma questão de escolha. Quem faz escolha, escreve sua própria história, constrói seus próprios caminhos.”

Texto do livro: Filhos Brilhantes, Alunos Fascinantes

Autor: Augusto Cury

*Vivemos num mundo em que cada vez mais se prioriza a concorrência, a disputa, a busca exagerada pela alta performance e onde o sistema educacional se impõe com uma orientação muito técnica e metodológica. Fórmulas, códigos, regras, expressões, métodos e muito mais, ocupam quase todo o tempo de estudo que é  absorvido por nossos filhos. Por conseqüência, surge um espaço neste processo educacional que necessita urgentemente de uma ocupação responsável e comprometida. Trata-se da lacuna deixada pela  formação moral e ética. A principal escola capaz de mostrar a importância desta formação é o nosso próprio lar onde os mestres somos nós pais. É preciso que assumamos este papel fundamental na formação do caráter de nossos filhos. Ao mostrar-lhes os verdadeiros valores em oposição às atitudes desrespeitosas e desprovidas de moral e ética praticadas por pessoas da coletividade, estaremos contribuindo decisivamente para que eles sejam julgados no futuro pela sua personalidade e não apenas por qualquer tipo de qualificação criada por estruturas dominantes da sociedade.

Assis Rodrigues

Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e, esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta.(desconhecido)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta