Bom Jardim Notícias.com

O que devo fazer se um cão quiser me atacar?

O que devo fazer se um cão quiser me atacar?
O melhor amigo do homem pode, em determinadas situações, vir a ser o pior. Sempre dependendo da forma como foi adestrado. Se você educar um cão de guarda para agir como um vira-lata ou vice-e-versa, assim será”. É sempre o que fala uma grande amiga veterinária cuja paixão são os cães e que não tem medo de nenhum, por mais bravo que seja.
 Aqui recolhi alguns conselhos que ela dá para lidar com cães em uma possível situação de ataque.
 Sempre olhe o cão fixamente nos olhos e não desvie o olhar. Este sinal é entendido por qualquer animal, pois se abaixar o olhar é provável que seja intrepretado como fraqueza. Lembra da seguinte cena na escola: você e outro abobado girando no pátio, um encarando o outro enquanto o resto ficava atiçando “Ih… ih… ih…”. Se um dos dois baixasse a guarda e os olhos, “comia mão na orelha”. Pois é, com o cão é a memsma coisa.
Se o cão permanecer onde está, o mais prudente é afastar-se lentamente, retrocedendo sem dar as costas nem deixar de olhá-lo fixamente. As vezes o cão sente que seu território foi invadido ou que sua sua prole está sendo ameaçada. A atitude de afastar-se dele o deixará mais tranquilo.
Se o cão começar a te rodear grunhindo, se prepare para um ataque.
Nunca, em hipótese nenhuma, dê as costas ao animal em posição de ataque.
Nunca saia correndo caso sinta-se ameaçado, o cão interpretará como uma debilidade, e lamentavelmente eles são bem mais rápidos.
Se o ataque é de mais de um cão, o melhor é tentar se refugiar em algum lugar seguro, brigar é quase sempre inútil mesmo sendo com um vira-latinha. Não se valha de lugares altos, os cães saltam muito bem.
Se você estiver encurralado, sempre é preferível ficar de costas contra uma parede, para ter que se defender em somente 3 flancos.
Existe um mito de que os cães só atacam quando sentem “cheiro do medo”. Na verdade o que faz um cão agir com agressividade diante de alguém é a atitude, a postura, a tensão muscular e a expressão facial. Se ele percebe que o indivíduo está com medo, o animal interpreta isso como se fosse uma ameaça e reage para se defender. Por isso é que cães ferozes não atacam pessoas que reagem normalmente a sua presença.
Fonte – Puxando a Palha

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta