Bom Jardim Notícias.com

Intérprete de Jesus fala com exclusividade sobre a temporada 2013 da Paixão de Cristo de Bom Jardim

Intérprete de Jesus fala com exclusividade sobre a temporada 2013 da Paixão de Cristo de Bom Jardim
A Paixão de Cristo comemorará 21 anos de encenação pelas ruas do município de Bom Jardim. A iniciativa que hoje se transformou num dos mais prestigiados espetáculos (desse seguimento) de todo o Estado, encanta seus espectadores com a sua qualidade e magnitude. Um trabalho árduo, que com empenho e dedicação dos diretores, elenco e colaboradores, obtém resultados significativos para a cultura bonjardinense.
Convidamos o ator Diêgo Souto Maior, 25 anos, intérprete de Jesus pela quarta vez, para falar um pouco sobre a temporada 2013 da Paixão de Cristo de Bom Jardim. Acompanhe:
PASCOM / Bruno Araújo – Olá Diêgo! Apesar de um espetáculo de caráter artístico, a encenação da Paixão de Cristo também tem sua vertente religiosa, pois é Jesus Cristo o grande protagonista. Partindo disso, além de entreter os espectadores durante esse período, qual a mensagem de espiritualidade que um espetáculo dessa magnitude pode transmitir?
Diêgo – Olá, é um prazer conversar com vocês da Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant’Ana. Primeiramente, a mensagem de espiritualidade que um espetáculo dessa magnitude pode transmitir é essencialmente o amor ao próximo, constantemente pregado por Jesus. Ele foi extremamente objetivo em relação ao amor. E isso fica bastante claro na mensagem que o espetáculo transmite.
PASCOM / Bruno Araújo – Você acha importante que as pessoas estejam convictas de que o espetáculo é apenas uma encenação sem grande contribuição espiritual, e que a Santa Missa é sim a grande fonte para vivenciar autenticamente o mistério da paixão, morte e ressurreição de Cristo?
Diêgo – Claro que sim! É preciso que todos tenham a absoluta consciência disso, dividir e conciliar uma coisa com a outra. É extremamente importante participar das cerimônias religiosas, independentemente de religião. Vivenciaremos um período reflexivo, momento oportuno para pensarmos sobre as nossas atitudes. Realizar um eficaz exame de consciência, se de fato estamos agindo e tomando escolhas corretas, para então abrirmos o nosso coração e amar mais intensamente o próximo.
PASCOM / Bruno Araújo – Interpretar Jesus Cristo não é tarefa fácil. Onde busca inspiração?
Diêgo – Além do que é tradicionalmente transmitido através da religião, busco construir o personagem baseado nas produções cinematográficas. Procuro observar atentamente os detalhes, gestos, expressões… Procuro prestigiar o Espetáculo de Nova Jerusalém, visando absorver técnicas importantes para compor o personagem com mais realismo. Afinal, o povo bonjardinense merece um produto artístico de qualidade.
PASCOM / Bruno Araújo – Qual o legado que o personagem deixa para o ser humano Diêgo?
Diêgo – Um sentimento de profunda paz interior. Representar a sua resistência, a sua determinação em promover o Reino de Deus, e o anúncio incessante do amor para com o próximo, delegando escolhas, ou trilha o caminho do bem, ou do mal, vemos que também somos capazes de alcançar suas promessas.
PASCOM / Bruno Araújo – É difícil encarar o público?
Diêgo – Primeiramente é um prazer viver Jesus na Paixão de Cristo de Bom Jardim. É honroso. Agradar o público é sempre o nosso objetivo. Fazemos com muito amor, dedicação e empenho. Eles só somam ao espetáculo.
PASCOM / Bruno Araújo – Vamos falar um pouco sobre cultura? O GRUTEAB utiliza de uma frase bastante peculiar e emblemática, “O Nosso Maior Patrimônio é a Cultura”, que soa quase como um alerta ao povo bonjardinense, para que possam valorizar suas raízes culturais tão fragilizadas pela falta de reconhecimento dos próprios munícipes. Você acha que falta mais iniciativas como essa, ao decorrer do ano, para que os bonjardinenses se interessem mais pela cultura?
Diêgo – Sim! É absolutamente importante que sejam realizadas mais atividades dessa natureza em nossa cidade. Agora o desinteresse, infelizmente, parte dos próprios bonjardinenses. Os nossos jovens estão cada vez mais descomprometidos com essa vertente. Fica muito difícil trabalhar nessas circunstâncias, sem “matéria prima”.
PASCOM / Bruno Araújo – O bonjardinense valoriza a sua cultura?
Diêgo – Poucos. Bom Jardim tem muitos talentos inexplorados, e o nosso espetáculo vem justamente para quebrar os grilhões do anonimato, do preconceito, e apresentar ao mundo os talentos antes desconhecidos pelo público.

PASCOM / Bruno Araújo – Falta muito para que todos tenham a consciência da importância da cultura na composição social bonjardinense, existe uma solução imediata?
Diêgo – A solução imediata é que todos busquem primeiramente o interesse pela cultura. Posteriormente descobrirão o seu valor e a sua importância.
PASCOM / Bruno Araújo – A cada edição da Paixão de Cristo, o povo bonjardinense espera ansioso pelas novidades na composição do espetáculo. Você poderia adiantar algumas delas?
Diêgo – Risos! Não estou autorizado a falar sobre todas as novidades, porém, posso adiantar algumas delas. Teremos muitas surpresas para essa temporada, inclusive de elenco, figurinos e cenários. O Bacanal como sempre atrairá a atenção do público com inovações de luz e figurino. Ivonaldo retornará ao espetáculo… Também teremos varias estreias no elenco.

PASCOM / Bruno Araújo – Suas considerações finais aos nossos internautas que nos acompanham através do Portal da Paróquia de Sant’Ana…
Diêgo – Aproveitando a oportunidade, gostaria de agradecer a toda família GRUTEAB, em especial ao nosso diretor, José Márlio Salviano, pela oportunidade de vivenciar Jesus pela quarta vez nesse belíssimo espetáculo, que cresce a cada ano. Amo atuar, e espero atender as expectativas do público. Obrigado pelo carinho e apoio.
PASCOM / Bruno Araújo – Desejamos um bom retorno ao espetáculo. E certamente estaremos prestigiando o seu trabalho, torcendo por um ótimo desempenho seu e de todo elenco. Obrigado pela entrevista.
Diêgo – Obrigado a todos pelo apoio. Saberei retribuir com uma boa atuação. E claro, venham prestigiar o nosso espetáculo, patrimônio do povo bonjardinense, nosso orgulho, nossa cultura.
As encenações estão previstas para os dias 28, 29 e 30 de março, sempre às 20h00, obedecendo ao circuito: Praça de São Sebastião; Praça do Fórum; Residência do primeiro prefeito de Bom Jardim; Praça do Fórum; Antigo Cine São José / Atual Centro Educacional e Cultural Profª Marineide Braz; Praça do Fórum; Praça de Nossa Senhora do Carmo; Capela de Nossa Senhora do Carmo.
Produção e finalização: Bruno Araújo / Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant’Ana – http://matrizdesantana.blogspot.com.br/

Artigos Relacionados

1 Comentário

  1. João Paulo
    11 de março de 2013 às 10:19 Responder & darr;

    Muito Pobre essa Cultura de Bom Jardim , Só depende dessa Paixão de Cristo. Centro Cultural foi aberto e até agora nada só serve para enfeitar bonecas e servi de palco para paixão de Cristo .
    e todo ano é a mesma coisa o Jesus saiu agora voltou só para mostrar que é melhor que o outro.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.