Últimas Notícias
Capa » AS MATÉRIAS DIÁRIAS » Saúde » Como evitar o ronco ao dormir

Como evitar o ronco ao dormir

Cerca de 45% dos adultos normais roncam e 25% são roncadores habituais. O ronco é uma doença que normalmente ocorre com mais frequência em pessoas do sexo masculino e também em pessoas que estão acima do peso.
Quase sempre se ronca quando se dorme de costas, por isso, o mais indicado é dormir de lado.
Há vários métodos caseiros que dizem ajudar no tratamento do ronco, porém são métodos ineficientes e até mesmo perigosos, por isso o mais recomendado é sempre buscar um especialista para que este indique um tratamento mais conveniente e eficaz para cada caso, contando inclusive com ajuda de aparelhos elétricos desenvolvidos para produzir estímulos desagradáveis, interrompendo assim o ronco.
Infelizmente, não há como controlar o ronco que acontece quando o fluxo de ar livre encontra uma obstrução ao passar por detrás da boca e do nariz, sendo esta a parte colapsável da via respiratória e quando essas estruturas vibram produz o som do ronco. Mas, para que este realmente aconteça é preciso algum outro problema, entre eles estão:
Excesso de tecidos moles na garganta: como o crescimento de amídalas, o sobrepeso que produz o crescimento excessivo dos tecidos do pescoço e cistos ou tumores que podem produzir o crescimento anormal de alguns tecidos;
Baixo tônus muscular: que é a falta de tensão ou o relaxamento dos músculos da garganta e da boca, esses músculos flácidos fazem com que a língua caia para trás e chegue à via respiratória. Isso acontece quando o controle muscular está muito relaxado por conta da ingestão de bebidas alcoólicas ou pelo uso de drogas que induzem ao sono ou quando a pessoa entra em sono profundo, gerando o relaxamento da musculatura;
Obstrução nasal: quando o nariz está congestionado ou bloqueado faz com que seja exigido muito esforço para que a respiração aconteça e isso acaba criando um vácuo forte na garganta, diminuindo a pressão, causa um colapso nas estruturas na via respiratória, produzindo assim o ronco em pessoas que não roncariam se pudesse respirar sem nenhum tipo de dificuldade. Por isso, o ronco só acontece em situações quando há alergia, sinusites ou resfriados e gripes;
Tamanho excessivo do palato mole e da válvula: um palato grande pode acabar estreitando a abertura entre a garganta e o nariz e quando isso acontece à válvula que vibra durante a respiração relaxada contribuindo para formar o ruído do ronco.
O ronco é algo grave, pois atrapalha uma boa noite de sono, produz problemas de saúde como hipertensão arterial, perturbações da memória, distúrbios emocionais, sonolência, incapacidade de trabalho, acidentes, falta de atenção, falta de concentração e impotência sexual.
Para tratar este problema é indicado que a pessoa adote um estilo de vida esportivo, pois a prática de atividades físicas diárias para tonificar os músculos diminui o excesso de peso, evite o uso de tranquilizantes e medicamentos para dormir, optando por dormir sempre de lado ao invés de dormir de barriga para cima, evite a ingestão de bebidas alcoólicas por cerca de 4 horas e comidas pesadas por cerca de 3 horas antes de dormir, evite dormir cansado ou muito tarde e programe melhor as suas atividades de trabalho para evitar sobrecarga.
Já para aqueles que roncam diariamente é indicado procurar um médico para se assegurar que a apnéia obstrutiva do sono não seja um problema mais grave. O médico indicado é o otorrinolaringologista, que fará um exame cuidadoso na boca, nariz, garganta, pescoço e palato e também um exame de sono. Após o diagnóstico é feito o tratamento indicado para o seu caso, podendo ser indicada uma cirurgia para obstrução nasal ou para tonificar os tecidos flácidos da garganta.
Em crianças é indicado examiná-las cuidadosamente, pois, dependendo da idade, a criança pode ter problemas sérios como a parada respiratória, deformidades faciais, dentárias, musculares, distúrbios de deglutição e sequelas de crescimento.

http://soubiruta.blogspot.com.br/2013/05/como-evitar-o-ronco-ao-dormir.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: