Bom Jardim Notícias.com

Cirugias estéticas embelezam e rejuvenescem a vulva e a vagina

Cirugias estéticas embelezam e rejuvenescem a vulva e a vagina

Quando se fala em cirurgias plásticas com fins estéticos, é natural pensarmos logo em procedimenos para embelezar o nariz, as orelhas, a pele do rosto e até o abdomen. Mas os genitais (vulva, vagina e pênis) também entraram para essa lista, comandada por aqueles que buscam a beleza com a ajuda do bisturi. E o mercado é bem promissor, pois a demanda é grande! A prova de que nem só “o que está à mostra” é o que importa. A região íntima está sendo alvo da atenção de milhares de pessoas que se submeteram a cirurgias desse tipo nos últimos anos no Brasil.

A revista Super Interessante, em seu especial “coleções”, dedicou um capítulo bem legal às cirurgias que embelezam os genitais. Se puderem, comprem a revista. Neste post vou falar resumidamente sobre os procedimentos para a vulva e a vagina. Em outro post falo das intervenções para o pênis.

Pequenos lábios grandes demais

Para este caso existe a ninfoplastia ou labioplastia, que tem como objetivo cortar e diminuir os pequenos lábios. É a cirurgia íntima mais requisitada entre as mulheres. Só em 2011, mais de 9 mil pacientes se submeteram ao procedimento, que custa de R$ 4 mil a R$ 6 mil. Além de deixar a vagina mais harmônica, a cirurgia torna a penetração mais confortável, pois quando os pequenos lábios são muito grandes, eles podem causar atrito ou até dobrar durante a transa, o que pode machucar a mulher.

Ilustração: Dani Acioli

Ilustração: Dani Acioli

Grandes lábios “gordos”

Pode ser resolvido com lipoaspiração para a retirada de bolsas de gordura.

Grandes e pequenos lábios flácidos

A flacidez pode ser atenuada com o lifting (procedimento originalmente aplicado ao rosto).

Vulva pequena demais

Algumas mulheres se queixam da aparência infantil de suas vulvas (grandes e pequenos lábios pequenos e pouco desenvolvidos, por exemplo). Neste caso, a bioplastia genital consiste no enxerto de gordura da própria paciente para aumentar o volume da vulva.

Períneo flácido

Os músculos da região do períneo tendem a ficar enfraquecidos com o avanço da idade e também depois de traumas sofrido em partos normais. A perinoplastia parcial aproxima os músculos pélvicos e deixa a vagina (canal que liga a vulva ao colo do útero) mais firme e apertada.

Clitóris hipertrofiado

Estima-se que um quarto das mulheres nasce com clitoromegalia, ou seja, com o clitóris mais ou menos do tamanho de um feijão branco. A redução do clitóris pode ser feita através da clitoroplastia, mas é importante ressaltar que se trata de uma cirurgia complexa e arriscada, pois cortes na região podem prejudicar a sensibilidade do órgão cuja única função é proporcionar prazer à mulher. Já imaginou? Por isso, a cirurgia é mais recomendada em casos de pseudo-hermafroditismo, isto é, quando o clitóris é tão avantajado que se confunde com um micro-pênis. Além de diminuir o clitóris, também é possível retirar parte da pele que recobre o clitóris (o chamado prepúcio feminino), pois algumas mulheres têm dificuldade de chegar ao orgasmo quando essa pele é excessiva.

Vagina, ânus e mamilos escurecidos

O clareamento íntimo ganhou popularidade é pode ser feito com a aplicação de cremes e também com laser ou luz intensa pulsada. É importante ressaltar que produtos à base de hidroquinona devem ser usados com moderação, pois a substância é carcinógena.

Artigos Relacionados