Bom Jardim Notícias.com

Um pouquinho de Brasil no coração de Nova Iorque – brazilian day

Um pouquinho de Brasil no coração de Nova Iorque – brazilian day

Festival realizado na cidade americana levou destaques do cenário artístico nacional como Gusttavo Lima e Zeca Pagodinho à Grande Maçã

Brasileiros tomaram a 6ª Avenida para ver shows do festival / Fotos: Maria Luiza Borges/JC

Brasileiros tomaram a 6ª Avenida para ver shows do festival

Fotos: Maria Luiza Borges/JC

O coração da maior cidade do mundo mais uma vez parou neste domingo (1º) para o Brazilian Day, festival realizado na 6a. Avenida, em Nova Iorque, com o palco principal montado no cruzamento com a Rua 44. Este ano, as atrações principais foram Gusttavo Lima e Zeca Pagodinho, mas também teve espaço para os sessentões do Village People, que fizeram um revival de sucessos. E ainda teve o apresentador Serginho Groisman falando sobre o Brasil e sobre sexo, com direito a sexóloga respondendo perguntas e artistas globais mandando recadinhos gravados.

Para os organizadores, a festa – que está na sua 29a. edição – reuniu em torno de um milhão de pessoas, da Rua 44 ao Central Park, quase todos usando as cores da bandeira nacional e falando o mais brasileiro português. Mas não dá para esquecer que estamos na terra do Tio Sam, onde o medo de terrorismo é quase palpável.

Como tudo nos EUA, a organização é precisa – a música tem hora certa para começar e acabar. Vai das 13h às 18h, sem direto a palhinha extra. As milhares de pessoas participantes são distribuídas quarteirão a quarteirão, passam por revista policial e têm que chegar horas antes para conseguir um lugar no gargarejo.

Detalhe importante: a cada quarteirão, o trânsito flui normalmente, pois a cidade não para. E há sempre guardas a postos para nenhum cruzamento ficar bloqueado.

http://farm4.staticflickr.com/3786/9646176385_d1e9c45d1b_o.jpg

Gusttavo Lima balançou a multidão com seus sucessos

Bloqueada mesmo só a Rua 46, conhecida como Little Brazil. Ali tendas vendiam de tudo: artesanato e a mais legítima comida brasileira, de feijoada a coxinha de galinha, passando por pamonha e caldo de cana.

Gusttavo Lima levou a galera à loucura, com o público fazendo coro em hits como “Doidaça”,  “Gatinha Assanhada”, “Hoje eu não vou trabalhar” e “Mente pra mim”.

Pernambuco na festa

Pelo terceiro ano consecutivo, Pernambuco teve participação ativa no evento. O governo do Estado investiu cerca de R$ 400 mil numa série de eventos nos dias que antecederam o festival. A Secretaria de Turismo e a Empetur levaram para Nova Iorque um grupo de 35 pessoas incluindo artistas como André Rio e Luciano Magno, jornalistas da imprensa regional e nacional, além de bonequeiros para desfilar os bonecos gigantes de Luiz Gonzaga, Michael Jackson, caboclo de lança e Serginho Grosman (na versão gigante, com o nome do Recife escrito no peito).

http://farm3.staticflickr.com/2829/9649408846_d912777d30_o.jpg

Bonecos gigantes de Pernambuco também marcaram presença no festival

Os eventos pernambucanos incluíram um workshop e jantar para agentes turísticos, show de André Rio em Seaport, ao lado do Pier 17, em Lower Manhattan (um sucesso a distribuição de sombrinhas de frevo) e um arrastão do grupo pernambucano com bandinha e bonecos gigantes, pela Broadway, até o local do evento.
http://jconline.ne10.uol.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta