Bom Jardim Notícias.com

Estudo científico gera gráfico mostrando que tudo que comemos causa câncer… Mas também evita… (Como assim?)

Estudo científico gera gráfico mostrando que tudo que comemos causa câncer… Mas também evita… (Como assim?)

Todos os dias manchetes de diversos sites bombam nas redes sociais culpando alimentos comuns como causadores de câncer e ao mesmo tempo, outras matérias já sugerem que o mesmo alimento pode ser a “nova cura” do câncer. Muitas dessas matérias têm respaldo científico e o leitor fica confuso. Sim, o Diário de Biologia também publica com bastante frequência matérias sobre alimentos causadores de câncer. O fato é que todo dia há uma contradição: ovo, bacon, manteiga, soja, queijo, sal, óleo vão revezando-se nos papeis de herói e vilão, para nossa confusão.

Agora, dois pesquisadores das universidades de Harvard e Stanford publicaram um ESTUDO superdiferente do que vimos por aí. Eles pegaram um livrode culinária, escolheram aleatoriamente algumas receitas e listaram 50 ingredientes lá encontrados. Depois, fizeram um extenso – e trabalhoso – levantamento na literatura médica para encontrar todos os estudos relacionando o consumo de cada uma dessas 50 comidas com a incidência de câncer.

O resultado pode ser melhor entendido visualizando o gráfico abaixo:

Diminui_ou_aumenta_o_risco_de_cancer_1

Para entender, imagine que cada um destes pontinhos (vermelhos e azuis) são pesquisas que relacionam a ingestão de um alimento ao risco de ter câncer realizadas da seguinte forma: os cientistas dividem um grupo de pessoas em dois. Um deles ingere o tal alimento, o outro não, e então os dois grupos são acompanhados por um longo período, de anos, para que os cientistas possam contar o número de pessoas que teve câncer e o número que não teve. Se os dois grupos tiverem incidência idêntica da doença, o pontinho aparece bem em cima dessa linha preta no meio do gráfico. Se o alimento estiver relacionado a um índice menor de câncer, o pontinho fica à esquerda da linha – e à direita se estiver relacionado a um índice maior.

E o que eles descobriram?

Como podemos ver no gráfico, que os pontinhos na verdade não indicaram nada. Veja bem: A imensa maioria das pesquisas mostram que comer cebola reduz a incidência de câncer – e, no entanto, é possível encontrar uma pesquisa que mostra que ela aumenta muito esse risco.

Agora, se formos examinar cada alimento de forma isolada, chegamos à conclusão que todos eles causam câncer, mas também ajudam a evita-lo. E você pode estar se perguntando se os pesquisadores do mundo inteiro não têm feito pesquisas científicas inúteis. Garantimos que não! De forma que o tempo vai passando e as pesquisas se acumulando, vão surgindo os padrões e alguns alimentos vão tendendo realmente a causarem ou não câncer.

Sensacionalistas?

Acho que lemos essa palavra – sensacionalista – todos os dias nos comentários.  O problema é que cada bolinha do gráfico é anunciada pela mídia como se fosse a verdade inteira, sem contextualização nem análise crítica. Os cientistas também têm uma tendência de fazer afirmações bombásticas – porque sabem que dessa maneira seu trabalho repercute mais.

Site:  super.abril
Artigo: Is everything we eat associated with cancer?
Imagens: super.abril
Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta