Bom Jardim Notícias.com

Como não depender emocionalmente de um homem

Como não depender emocionalmente de um homem

Quando temos um parceiro é fácil realizar quase todos as atividades juntos e criar uma rede social compartilhada por ambos. Às vezes, perdemos as amizades anteriores e, inclusive, as relações familiares. Este é um grande erro que costumamos cometer e que interfere na nossa percepção de dependência emocional para com nosso parceiro.

A insegurança, o medo da rejeição e a falta de autoestima são outros fatores que interferem na dependência emocional. Por isso, em umComo.com.br queremos ensinar você como não depender emocionalmente de um homem e poder assim ficar bem consigo mesmo(a) e poder desfrutar com liberdade da sua relação de casal.

 1

Não perca suas amizades, as relações que existiam antes de ter seu parceiro e faziam você feliz. Isso ajudará a não sentir que todas as pessoas com as quais se relaciona têm uma ligação com seu parceiro e a que perceba que tinha uma vida rica e plena antes de conhecê-lo.

Se pelo motivo que for não tiver a possibilidade de recuperar suas relações anteriores, ou quiser aumentar seu círculo de amizades, gere outras novas que não tenham nada a ver com seu parceiro, praticando hobbies sozinha, por exemplo. Com certeza vai encontrar coisas que gosta e deixou de fazer porque seu parceiro não gosta.

É importante encontrar sua essência e descobrir do que gosta e do que não gosta. Mantenha ou crie um espaço único e pessoal que só pertença a você. Isso ajudará você a conhecer-se melhor a si mesmo(a) e a melhorar sua autoestima.

2

Entenda que amar é ser você mesmo e deixar o outro ser ele mesmo. Todas as pessoas precisam sentir-se livres, serem autênticas e não tentar agradar constantemente. Se for consciente disto será capaz de desfrutar do seu próprio espaço e entenderá que a outra pessoa também precisa do seu.

As relações sufocantes costumam ser insanas e geralmente acabam mal. As pessoas não podem aguentar durante muito tempo essa pressão e quando estouram, costuma ser de modo ruim. Se você e seu parceiro se sentirem livres poderão desfrutar da relação com a mesma liberdade e, portanto, o amor que sentem será mais sincero e saudável.

3

Melhore sua autoestima. Analise o estado em que se encontra seu autoconceito. Você gosta de como você é? Sente-se à vontade sendo você mesmo? Acha que pensar em você é ser egoísta? Avalie suas respostas e faça um exercício de introspecção. Estar em uma vida de casal pode ser um dos maiores desafios para seu crescimento pessoal, aproveite!

Se detectar que sua autoestima é baixa, você pode melhorá-la de muitas formas, uma delas é lutando contra a dependência emocional. Muitas pessoas não só são dependentes emocionais de seus parceiros como também de seus pais, filhos, amizades ou figuras de autoridade.

Leia livros de autoajuda, faça cursos de crescimento pessoal ou procure um terapeuta, se for necessário. O importante não é não sentir medo, mas como é sua forma de enfrentá-los. Se existir algo em sua forma de se avaliar que acabe se tornando um empecilho e enchendo suas relações pessoais de angústia, deve desfazer-se disso. O primeiro passo é reconhecê-lo e, depois, resolvê-lo.

4

Desfrute da sua solidão. Uma das coisas que mais servirão para se desfazer da dependência emocional é aprender a ficar sozinha. Muitas pessoas têm muito medo da solidão. Sentem horror de não terem pessoas à volta com as quais possam falar, das quais possam cuidar e que cuidem delas. Não sabem ficar consigo mesmas, entreter-se e, inclusive, divertir-se sozinhas, enfrentando seus medos e inquietudes na solidão.

Claro que somos seres sociais, que precisamos dos outros para sermos felizes, mas o ser humano é complexo e também precisa de ter momentos de solidão para poder ver as coisas com outra perspectiva e valorizar as pessoas que formam seu círculo.

Aprender a ficar sozinho é fazer de você seu melhor amigo, com o qual poder rir, chorar, conversar e resolver os problemas de uma forma autônoma e pensando em seu bem-estar. Não é egoísmo, é amor próprio. Todos nós merecemos ser felizes, mas quem será capaz de dar a você a maior felicidade se não for você mesmo?

Se você se ama, aprender a ficar sozinho, é autônomo e sente-se livre, poderá ser mais feliz e amar mais e melhor os outros.

5

Se deseja ler mais artigo parecidos a Como não depender emocionalmente de um homem, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais 

http://relacoes.umcomo.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta