Bom Jardim Notícias.com

Conheça seu tipo físico e potencialize seu treino

Conheça seu tipo físico e potencialize seu treino

Algumas pessoas podem comer o que quiserem que elas permanecem sempre magras. Já outras, não fazem nenhuma atividade física e possuem aquele corpo atlético de dar inveja. E tem também as que malham muito, vivem na dieta e não conseguem emagrecer. Essas características não têm a ver com sorte, mas sim com o tipo físico de cada um.

tipo-fisico-treinamento-370x260

Existem três tipos corpóreos: endomorfo, ectomorfo e mesomorfo. Eles são influenciados pela genética e determinam não apenas o formato do corpo (ombros largos, cintura estreita, braços compridos etc.), como também sua composição, ou seja, a facilidade de ganhar ou perder massa magra e gordura.

O personal trainer Robson Donato, da academia Compettion, explica que, seja qual for o objetivo da pessoa – perder gordura, ganhar massa magra ou as duas coisas –, é importante que ela saiba qual o seu biotipo. “Dessa forma, fica mais fácil atingir as expectativas, pois o corpo da pessoa estará recebendo os estímulos certos que ele precisa”.

Abaixo, as características de cada tipo físico, e o treino de musculação e a dieta mais indicados para cada um:

1) Endomorfo: Possuem ombros, cintura e quadril largos, ou seja, são indivíduos com o corpo reto. Costumam ser de baixa estatura e contornos arredondados. Apesar de não terem muita dificuldade em ganhar massa magra, têm muita facilidade em estocar gordura, o que os deixa predispostos ao sobrepeso. “Importante destacar, contudo, que nem toda pessoa acima do peso é necessariamente um endomorfo”, explica Robson.

Treinamento: Segundo o treinador, os treinos devem ser de intensidade alta e volume médio, com foco na perda de gordura. “Treinos aeróbicos excessivos devem ser evitados, pois podem fazer com que o atleta ultrapasse seu limite e acabe perdendo não só gordura, como também massa magra”.

Dieta: Como existe uma tendência em ganhar peso, a dieta deve ser hipocalórica para evitar que a ingestão de calorias extras.

2) Ectomorfo: Pessoas naturalmente magras, com corpo estreito e membros longos e lineares. Possuem um metabolismo acelerado e, portanto, apresentam dificuldade para ganhar peso e massa magra.

Treinamento: O treino muscular deve ser focado no ganho de massa magra e, portanto, ter maior intensidade. “É preciso ficar atento, contudo, ao tempo de descanso. Os intervalos entre os exercícios e também entre os treinos devem ser maiores”, alerta Robson.

Por causa de sua biomecânica, os ectomorfos costumam ter maior dificuldade em realizar alguns movimentos, como supino e agachamentos, o que requer um cuidado maior com a postura durante a execução.

Dieta: Aposte nas dietas hipercalóricas, porém direcionadas ao ganho de massa magra.

3) Mesomorfo: Corpo musculoso e atlético, ombros e peitos largos, cintura fina e pernas fortes. São naturalmente fortes e com baixo percentual de gordura. Possuem maior facilidade tanto para ganhar massa magra quanto para controlar a perda de gordura.

Treinamento: Não requerem um trabalho diferenciado, pois respondem bem a qualquer tipo de treinamento. Por suportarem um maior volume e frequência de treino, conseguem ter um melhor avanço e possuem menos chance de sofrer com o overtraining. “Isso não quer dizer que são invencíveis. Possuem risco de lesão como qualquer outra pessoa”, diz o professor.

Dieta: A alimentação não costuma ser um fator preocupante, mas deve ser balanceada como outra qualquer.

Matéria publicada no Ativo.com 

http://www.educacaofisica.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta