Bom Jardim Notícias.com

Magrão garante festa do jogo 600 com vitória do Sport sobre o Santos

Magrão garante festa do jogo 600 com vitória do Sport sobre o Santos

O gol foi de Rogério em uma noite que o ataque do Sport criou grandes chances, mas muito da vitória por 1×0 sobre o Santos deve-se também ao goleiro Magrão, que teve grande atuação quando o adversário ameaçou empatar. Uma exibição a altura da marca que ele alcançou com a camisa rubro-negra. Ao pisar no gramado da Ilha do Retiro, neste sábado, o arqueiro chegou aos 600 jogos no clube. Para garantir a festa, fez o que o torcedor está acostumado: grandes defesas que garantem vitórias. E a de hoje foi muito importante para uma equipe que luta contra o rebaixamento. Foram três pontos de alívio para os leoninos.

Com o resultado, o Sport respira um pouco na Série A. Chega aos 33 pontos e vai para 13º na classificação. Agora o Leão seca os rivais diretos na luta contra o rebaixamento para se distanciar um pouco mais do Z4. Na próxima rodada, os rubro-negros encaram o Fluminense, fora de casa. O Santos, que permanece no G4 com 45 pontos, recebe o Atlético-PR na próxima rodada.

 

JOGO ABERTO E MUITAS CHANCES PERDIDAS

Sport e Santos foram para o gramado da Ilha do Retiro com propostas bem parecidas. Ambos os times foram ao ataque e garantiram uma boa partida aos torcedores. Por parte do Peixe isso era meio que esperado, afinal a equipe briga pelo G4 da Série A, mas o Leão, que começou a rodada apenas dois pontos na frente do Z4, surpreendeu em certos momentos com um futebol veloz e envolvente, principalmente nos primeiros minutos do confronto.

Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem

O trio formado por Rogério, Gabriel Xavier Everton comandou as principais jogadas rubro-negras no gramado. Com muita movimentação, os três tiveram chances de marcar. No entanto, somente Rogério garantiu o dele, ainda no primeiro tempo. Os outros dois falharam bem na hora de mandar a bola para as redes, e em lances claros de marcar. Tanto Gabriel como Everton desperdiçaram oportunidades na pequena área em que bastava apenas acertar a conclusão. Não deu certo.

Menos mal para o Sport que o Santos, mesmo chegando muitas vezes ao gol de Magrão, também não estava em dia iluminado na hora de marcar. Se o Leão perdeu chances claras, o Peixe não ficou devendo nesses aspecto. Só no primeiro tempo teve duas grandes oportunidades com Rodrigão e Copete. No segundo, quando os paulistas estavam melhores, Vitor Bueno e Thiago Maia foram os responsáveis pelo “quase” santista.

Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Mas mesmo com a má fase do ataque do Santos, o torcedor do Sport chegou a ficar receoso com a vitória. Muito porque o Leão deixava espaços no meio quando partia ao ataque. Enxergando isso, o técnico Oswaldo de Oliveira acionou Paulo Roberto no lugar de Neto Moura. A alteração deu certo e segurou um pouco mais o ímpeto do adversário.

Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem

ARBITRAGEM POLÊMICA

Além das falhas de finalização, o Santos provavelmente vai questionar muito a arbitragem da partida. Foram dois lances que deixaram o Peixe na bronca. No primeiro deles, a bola bateu no antebraço de Ronaldo Alves na área. O lance foi muito rápido e difícil, mas pareceu realmente pênalti. O segundo lance foi a expulsão de Elano, que recebeu dois amarelos diretos por reclamação.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1X0 SANTOS

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Matheus Ferraz e Rodney Wallace; Rithely, Neto Moura (Paulo Roberto) e Diego Souza; Everton Felipe, Gabriel Xavier (Vinícius Araújo) e Rogério (Apodi). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique (David Braz), Luiz Filipe e Zeca; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno (Elano); Copete e Rodrigão (Jean Mota). Técnico: Dorival Júnior.

Brasileirão (27 ª rodada). Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO). Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO). Gol: Rogério (SPT) aos 10 minutos do 1º tempo; . Amarelos: Copete (SAN), Matheus Ferraz (SPT) e Vinícius Araújo (SPT). Vermelho: Elano (SAN) – dois amarelos. Público: 7.934.

http://blogs.ne10.uol.com.br/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta