Bom Jardim Notícias.com

Governador visita obra da Adutora do Sistema Palmeirinha-Surubim

Governador visita obra da Adutora do Sistema Palmeirinha-Surubim

Obra vai interligar o Sistema Produtor Palmeirinha a cidade de Surubim e evitar o colapso no abastecimento do município

 Hoje (26), às 17h, o governador Paulo Câmara inspeciona a retomada da operação da antiga adutora do Sistema Palmeirinha, obra que vai ampliar o Sistema Produtor Jucazinho, cuja acumulação encontra-se reduzida a apenas 0,3% da sua capacidade total em decorrência do sexto ano consecutivo de seca. A obra foi a alternativa encontrada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para evitar o colapso do abastecimento do município de Surubim, no Agreste do estado, e permitir a continuidade do fornecimento de água para uma população de 50 mil pessoas.

 pedra-fina-4

A obra teve início em 01 de Agosto deste ano e está sendo executada em caráter emergencial. No total, estão sendo investidos R$ 2,8 milhões para reativar a adutora do antigo sistema produtor de Surubim , a partir da Barragem Palmeirinha (também chamada de Pedra Fina) até Surubim. A adutora de ferro fundido possui cerca de 30 quilômetros de extensão, 400 mm de diâmetro e capacidade de transporte de até 150 L/s – vazão muito próxima a que é aduzida, atualmente, pelo Sistema Jucazinho para Surubim. A obra também contempla a reforma da Estação de Tratamento de Água (ETA) Buraco do Tatu, no município de Bom Jardim.

 O presidente da Compesa, Roberto Tavares, lembra que a região do Agreste passa pela pior seca dos últimos 50 anos e, de acordo com as previsões da Agência Pernambucana de Clima APAC, não deverá chover nos próximos meses o suficiente para reverter o quadro, na Bacia do Rio Capibaribe, que alimenta a Barragem de Jucazinho.

 “Essa foi a solução viável que encontramos para a retomada da operação. Com o colapso de Jucazinho, sem essa obra, significaria o atendimento da cidade de Surubim apenas por carros-pipa. Isso não vai acontecer em virtude da autorização do governador Paulo Câmara para a execução da obra em tempo recorde para socorrer a população de Surubim, explica o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

 Hoje, a Barragem de Palmeirinha está com 80% da sua capacidade ou seja, 6,2 milhões de metros cúbicos de água, e é responsável pelo abastecimento nas cidades de Bom Jardim, João Alfredo, Limoeiro e Orobó. Até 2001, ano do início da operação do Sistema Jucazinho, a Barragem Palmeirinha também abastecia o município de Surubim.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta