Bom Jardim Notícias.com

O fantástico mundo dos biólogos: O que faz um Biólogo Orthopterólogo taxonomista?

O fantástico mundo dos biólogos: O que faz um Biólogo Orthopterólogo taxonomista?

Texto desenvolvido pela Dr. Kátia Matiotti

Estuda os insetos da ordem Orthoptera como gafanhotos, grilos e esperanças. Cada grupo destes insetos existe um (a) especialista. A taxonomista de gafanhotos estuda a taxonomia do grupo, ou seja, descreve, classifica e nomeia as espécies. Além disso, identifica e examina materiais provindos de coleçõesentomológicas e de projetos desenvolvidos no País e do estrangeiro. A taxonomia do grupo é estudada através do levantamento das características morfológicas externas e internas do corpo do inseto.  As estruturas da genitália externa e interna de um gafanhoto são extremamente importantes para a identificação precisa de cada espécime. Para analisar a genitália interna deve ser extraída e examinada minuciosamente.

Para identificação dos exemplares é usado um microscópio estereoscópico (lupa) e com auxílios de pinças para observar detalhadamente cada estrutura do corpo do inseto. Após os exemplares serem identificados, passam pelo processo de montagem a seco com alfinetes entomológicos e posteriormente são armazenados em coleções entomológicas de Universidades.

Todos os exemplares tombados em uma coleção obrigatoriamente usam-se três etiquetas com dados de identificação: uma com o nome da espécie e do determinador, outra com dados de coleta: dia, ano e mês e nome do coletor; já a terceira, constando a numeração de tombamento na coleção entomológica da Instituição que for depositada.

Material etiquetado e pronto para depósito em uma coleção entomológica.
Material etiquetado e pronto para depósito em uma coleção entomológica.

Quando é descrito uma nova espécie para a Ciência, um exemplar é eleito como o holótipo, ou seja, o exemplar que foi baseado para descrever a espécie, e os demais exemplares de uma série típica é chamado de parátipos. Os mesmos são depositados em coleções de Instituições para futuros estudos que sejam realizados. Os exemplares depositados em coleções entomológicas são muito importantes, pois, todo trabalho de revisão taxonômica requer consulta aos mesmos.

Especialista em gafanhotos Profa. Dra. Kátia Matiotti examinando a coleção do Museu Nacional do Rio de Janeiro.
Especialista em gafanhotos Profa. Dra. Kátia Matiotti examinando a coleção do Museu Nacional do Rio de Janeiro.
Fonte: Texto de Dra. Kátia Matiotti
Imagens:  Dra. Kátia Matiotti

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta