Bom Jardim Notícias.com

Entendendo o Diabetes Mellitus Tipo I. Sintomas, causas e tratamentos.

Entendendo o Diabetes Mellitus Tipo I. Sintomas, causas e tratamentos.
by Roberto M.
Diabetes é uma condição ao longo da vida que faz com que o nível de açúcar no sangue de uma pessoa torne-se demasiadamente elevado.
O hormônio insulina – produzido pelo pâncreas – é responsável por controlar a quantidade de glicose no sangue.
Existem diferentes tipos de diabetes, que são diferentes devido ao seus sintomas, complicações e tratamento.
Os diferentes tipos de diabetes devem ser diagnosticados e tratados adequadamente por um médico endocrinologista.
No artigo “O Diabete. Noções para entender melhor” demos uma ideia generalizada sobre a doença.
No artigo “Os vários tipos de Diabetes: Tipo 1, Tipo 2 e Gestacional” relacionamos os diferentes tipos de diabetes existentes:
1 – Diabetes Mellitus Tipo 1 – quando o pâncreas não produz insulina.
2 – Diabetes Mellitus Tipo 2 – quando o pâncreas não produz insulina suficiente ou as células do corpo não reagem à insulina.
3 – Diabetes Mellitus Gestacional ocorre em algumas mulheres grávidas e tende a desaparecer após o nascimento.
4 – Diabetes Insipidus – que apresenta sintomas semelhantes ao diabetes mellitus, mas não provoca alteração na quantidade de açúcar no sangue.
5 – Pré-Diabetes – quando os níveis de glicose no sangue estão altos, mas não o suficiente para um diagnóstico de diabetes tipo 2.
Este artigo falará sobre o diabetes tipo 1. Os outros tipos de diabetes serão abordados separadamente.

DIABETES TIPO 1

O diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, geralmente diagnosticada na infância ou na adolescência, causada pela falta de insulina que leva ao acúmulo de glicose no sangue.
Os sintomas do diabetes tipo 1
Os sintomas típicos de diabetes tipo 1 são:
– sentir muita sede
urinar com mais frequência do que o habitual, especialmente à noite
– sentir  muito cansaço
perda de peso e perda de massa muscular
Os sintomas da diabetes do tipo 1 geralmente se desenvolvem muito rapidamente em pessoas jovens (ao longo de alguns dias ou semanas).
Em adultos, os sintomas muitas vezes levam mais tempo para se desenvolverem (alguns meses).
Estes sintomas ocorrem por causa da falta de insulina, o que significa que a glicose permanece no sangue e não é utilizada como combustível energético. O corpo tenta reduzir os níveis de glicose no sangue livrando-se do excesso de glicose através da urina.
Leia mais sobre os sintomas em “Quais são Os Sinais e Os Sintomas mais comuns do Diabetes tipo 1”.
Causas da diabetes tipo 1
O diabetes tipo 1 é uma condição auto-imune, o que significa que o sistema imunológico ataca os tecidos saudáveis  do corpo por engano. Neste caso, o sistema imunológico ataca as células do pâncreas.
O pâncreas danificado não é capaz de produzir insulina. Assim, a glicose não pode ser movida para fora da corrente sanguínea e ser metabolizada para virar energia das células.
O diabetes tipo 1 é, muitas vezes, hereditário ( vem de família), de modo que a reação auto-imune pode ser genética.
Não se sabe exatamente o que desencadeia o ataque do sistema imunológico ao  pâncreas, mas alguns pesquisadores têm sugerido que pode ser uma infecção viral.
Aquele que tem um parente próximo – como pai, irmão ou irmã – com diabetes tipo 1, tem cerca de 6% de chance de desenvolver, também, a condição.
O risco de uma pessoa que não tem um parente próximo com diabetes tipo 1 ser acometida pela doença é pouco menos de 0,5%.
Tratamento do diabetes tipo 1
Diabetes não pode ser curado. O tratamento visa manter os níveis de glicose no sangue tão normal quanto possível e controlar os sintomas, para evitar o desenvolvimento de posteriores problemas de saúde ao longo da vida.
Quem tem um diagnóstico de diabetes tipo 1 tem que ter tratamento especializado e acompanhamento de uma equipe médica.
Como o corpo não consegue produzir insulina, haverá a necessidade de injeções de insulina, regularmente, para manter os níveis de glicose normais. Existem alternativas para injeções de insulina (como a terapia com bomba de insulina), mas elas são adequados apenas para um pequeno número de pacientes.
Leia mais sobre o tratamento em “Tratamento do diabetes tipo 1. Administração regular de insulina
As complicações do diabetes tipo 1
O diabetes tipo 1 pode causar sérios problemas de saúde a longo prazo. É a causa mais comum de perda de visão e cegueira em pessoas em idade de trabalhar.
É importante que todas as pessoas com diabetes, que tenham mais de 12 anos, façam um exame de retinopatia diabética pelo menos uma vez ao ano.
Diabetes é a razão para muitos casos de insuficiência renal e amputação de membros inferiores. Pessoas com diabetes têm até cinco vezes mais probabilidade de ter doenças cardiovasculares (como o infarto) do que aqueles sem diabetes.
Leia mais sobre as complicações do diabetes tipo 1 em “Complicações do diabetes do tipo I. O que acontece se não houver tratamento adequado”.
 
Viver com diabetes tipo 1
Quem tem diabetes tipo 1, precisa cuidar da saúde com muita atenção.
Isso significa:
– comer uma dieta saudável e equilibrada
perder peso (quem está acima do peso) e manter um peso saudável
parar de fumar (quem fuma)
– beber álcool com moderação
– fazer exercícios físicos regularmente.
É muito importante que o diabetes seja diagnosticado o mais cedo possível, porque ele vai ficar progressivamente pior, se deixado sem tratamento.
Leia sobre como diabetes tipo 1 é diagnosticada em “Diagnóstico do Diabetes tipo 1”.
Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta