Bom Jardim Notícias.com

Náutico vence Vasco na Arena de Pernambuco, e se aproxima do G4

Náutico vence Vasco na Arena de Pernambuco, e se aproxima do G4

O dia foi do torcedor alvirrubro. Com grande atuação de Rony, neste sábado (1º) o Náutico venceu o Vasco por 3×1 na Arena de Pernambuco, e colou no G4 da Série B.

O Timbu começou atacando mais pelo lado direito do ataque, cruzando bolas na área, mas sem sucesso. Com maior velocidade, as  melhores jogadas nos primeiros minutos de jogo foram do time da casa. A torcida empurrava, fazendo pressão. Enquanto isso,
Rony e Bergson, os dois jogadores mais avançados, infernizavam a zaga vascaína.

16718347580004753650000

Já os cariocas trocavam passes, mas ao chegar perto da grande área do Náutico, não conseguiam produzir bem. Aos 17 minutos, os visitantes tomaram dois sustos, com um chute de fora da área de Vinícius, e depois com Bergson cruzando a bola raspando a
trave de Martín Silva. A resposta veio dois minutos depois, quando Nenê bateu de primeira, dentro da área, e fez com que Júlio César praticasse uma grande defesa.

Embora o Vasco começasse a crescer na partida, foi justamente em um contra-ataque que o Náutico abriu o placar. Rony recebeu na intermediária de ataque, e com velocidade driblou o zagueiro, batendo no canto direito do goleiro, sem chances para Martín Silva. O gol do atacante alvirrubro inflamou ainda mais o torcedor, que viu ainda seu goleiro, Júlio César, fazer boas defesas antes do final da primeira etapa.

No retorno para o segundo tempo, logo no primeiro tempo, o Náutico ampliou o marcador. Rony avançou para dentro da área vascaína, e cruzou para Bergson completar para o gol, e fazer 2×0. Depois do gol, o Vasco foi para cima, tentando diminuir a
vantagem dos adversários.

Com o jogo mais nervoso, novamente surgiu a figura do goleiro do Timbu. Júlio César afastou uma cabeçada de Thalles em cima da linha, e evitou o pior para os alvirrubros. Os cruzmaltinos estavam melhores na partida, e o técnico Givanildo Oliveira
tentou fazer alterações para conter o crescimento dos visitantes.

O Náutico ficou mais fechado, e esperava um vacilo do Vasco para sair no contra-ataque, assim como nos dois gols marcados no jogo. Mas a “retranca” alvirrubra não deu certo. Andrezinho lançou a bola pelas costas de Mateus Muller para Madson, que
dominou e tocou na saída de Júlio César. Apesar de diminuir o marcador, os cruzmaltinos não conseguiram empatar. Para coroar, Rony driblou Martín Silva, e bateu para o gol, fazendo a festa de mais de 14 mil alvirrubros, e encerrando a conta.

Com o resultado, o Náutico foi para a 7ª posição com 42 pontos. Já o Vasco se manteve na liderança, permanecendo com 51. Na próxima rodada, o Timbu encara a equipe do Bragantino, fora de casa, na terça-feira (04) às 19h15. Os cruzmaltinos, por sua
vez, jogam novamente longe de seus domínios, também na terça contra o Paysandu, às 21h30.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO 3
Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Mateus Muller; João Ananias, Rodrigo Souza, Marco Antônio (Negretti) e Vinícius (Renan Oliveira); Rony e Bergson (Yuri Mamute). Técnico: Givanildo Oliveira.

VASCO 1
Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar (Éder Luís); Douglas, Julio dos Santos (Thales), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Alan) e Éderson. Técnico: Jorginho.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata).
Horário: 16h30. Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP). Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Bruno Salgado Rizo (Ambos de
SP).
Gols: Rony (Náutico, 25′, 46’ST), Bergson (Náutico, 1’ST), Madson (Vasco, 40’ST)
Cartões Amarelos: Mateus Muller (Náutico), Rafael Pereira (Náutico), Júlio César (Vasco), Éderson (Vasco)
Público: 14.648
Renda: R$ 287.700,00

http://www.folhape.com.br/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta