Bom Jardim Notícias.com

Com gol de Marco Antônio no final, Náutico vence a quarta seguida

Com gol de Marco Antônio no final, Náutico vence a quarta seguida

Um time que quer subir para a Série A precisa vencer até quando joga mal. Sobretudo em partidas fora de casa. Era essa a obrigação do Náutico neste momento de ascensão na Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo com um fraco futebol, derrotou o Bragantino por 1×0, no Nabi Abi Chedid. O gol da vitória saiu apenas aos 39 minutos numa cobrança de falta perfeita de Marco Antônio, que levou o Timbu aos 45 pontos, cada vez mais próximo do G4 e com quatro triunfos seguidos. Na próxima rodada, o Alvirrubro receberá o Brasil de Pelotas, sexta-feira, às 21h, na Arena Pernambuco. Já o Massa Bruta, que permanece na 17ª posição com 27 pontos, enfrentará o Goiás, no Serra Dourada.

16803547580004753650000

A boa apresentação diante do Vasco criou a expectativa de que o Náutico iria manter o ritmo em Bragança Paulista. Contudo, o Timbu fez o seu pior primeiro tempo desde a chegada de Givanildo Oliveira. Lembrou até a postura da equipe sob o comando de Alexandre Gallo, que apostava nos chutões para o ataque em busca da velocidade de Rony. Com o meio-campo espaçado e sem criatividade, os alvirrubros sofreram mais perigos do que assustaram.

Os lances de destaques dos visitantes foram em jogadas individuais com Rony e Vinícius. O atacante obrigou o goleiro Renan Rocha a fazer uma grande defesa. Enquanto o meia passou por Lucas com facilidade, mas de pé esquerdo finalizou para fora. O Bragantino foi mais incisivo, apesar de mostrar uma clara deficiência no ataque. Em três bolas levantadas na área, Júlio César trabalhou muito para garantir o 0x0 até o intervalo. No minuto final do primeiro tempo, João Ananias sentiu uma lesão no adutor da coxa esquerda e foi substituído por Negretti.

O técnico Givanildo Oliveira apostou na conversa para mudar a atitude dos alvirrubros. Não adiantou muito. A equipe conseguiu iniciar a etapa complementar ainda pior, levando pressão do adversário e sem chegar ao ataque. Devido à sequência de jogos, o desgaste era evidente e a demora do treinador em realizar as substituições contribuiu para o baixo rendimento, com vários erros de passes.

Apenas quando o relógio passava dos 30 minutos que o comandante alvirrubro fez a segunda mudança. Bergson deixou o campo para a entrada de Yuri Mamute. A melhora no desempenho do Timbu foi pequena, mas o suficiente para abrir o placar e garantir uma vitória importantíssima. Vinícius foi derrubado na entrada da área após tentar passar por três marcadores. O árbitro marcou falta e Marco Antônio foi para cobrança. Com maestria, o camisa 10 mandou no ângulo esquerdo do goleiro Renan Rocha para marcar um golaço. Seu primeiro desde que voltou ao Náutico. Tento para garantir mais três pontos na caminhada rumo ao acesso.

Ficha do jogo
Bragantino 0

Renan Rocha; André Rocha, Lucas, Diego Sacoman e Bruno Pacheco; Gabriel Dias (Everton Dias), Daniel Pereira, Watson e Alan Mineiro; Léo Jaime (Claudinho) e Rafael Grampola. Técnico: Marcelo Veiga
Náutico 1

Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón; João Ananias (Negretti), Rodrigo Souza, Marco Antônio e Vinícius; Rony (Mateus Muller) e Bergson (Yuri Mamute). Técnico: Givanildo Oliveira.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid (Braganca Paulista).
Árbitro: Felipe Duarte Varejão (ES).
Assistentes: Vanderson Antônio Zanotti e Ramires Santos Cândido (Ambos do ES).
Gols: Marco Antônio (aos 39 do 2ºT)
Cartões amarelos: Gabriel Dias, Diego Sacoman e Watson (Bragantino); Negretti, Igor Rabello e Vinícius (Náutico).
Público e renda: Não divulgados.

http://www.folhape.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta