Bom Jardim Notícias.com

No apagar das luzes, Náutico vence o Ceará e permanece no G4

No apagar das luzes, Náutico vence o Ceará e permanece no G4

Empurrado pela torcida até o fim, o Náutico conseguiu, aos 48 minutos do segundo tempo, ficar com os três pontos diante do Ceará, na Arena de Pernambuco. Pouco mais de 25 mil torcedores puderam ver o zagueiro Igor Rabello cabecear a bola para o gol e deixar o time alvirrubro no G4 da Série B. O resultado de 1 x 0 diante do time cearense aumenta a sequência vitoriosa do time do técnico Givanildo Oliveira. Agora são oito jogos sem sofrer derrotas (seis vitórias e dois empates). Com 51 pontos, o Náutico é o terceiro colocado e segue firme na luta pelo acesso.

O próximo confronto do Timbu nesta Série B será contra o Luverdense, na sexta-feira, dia 21, no estádio Passo das Emas, às 21h 30. O time do Mato Grosso, assim como o Náutico, está na briga pelo acesso.

Náutico ansioso

O elenco alvirrubro estava ciente de que o jogo contra o Ceará não seria fácil. Para manter-se no G4 era preciso superar mais um adversário direto na luta pelo acesso. O time de Givanildo Oliveira, porém, começou a partida cometendo muitos erros e, assim, viu o time visitante dominar o jogo nos primeiros 20 minutos. Aos oito minutos, Thallyson conseguiu encaixar bem um chute com a perna esquerda e obrigou o goleiro Rodolpho a se esticar todo para salvar o Timbu.

A ansiedade do elenco alvirrubro estava visível. Tirando a participação em algumas cobranças de falta, um dos destaques da equipe alvirrubra nesta arrancada rumo ao acesso, Marco Antônio, pouco apareceu no jogo. Rony, por sua vez, foi bastante requisitado pela direita. Foram dos pés dele, inclusive, que as melhores situações do Náutico no jogo surgiram. Com a velocidade que lhe é característica, ele deu trabalho a defesa do Ceará.

Aos 15 minutos, Rony passou por Charles e cruzou rasteiro, mas viu o goleiro Éverson se antecipar e cortar o lance. Foi a primeira boa oportunidade do  time alvirrubro no jogo.  Cinco minutos depois, o atacante mais uma vez faz boa jogada e, pela direita, se livrou do goleiro cearense, cruzou na área, mas Ewerton Páscoa fez o corte e não deu chances para Vinícius concluir a jogada.

Depois de pressionar o Náutico no início da partida, o Ceará caiu de rendimento e viu o Náutico começar a se organizar dentro de campo. Ainda assim, o time visitante não deixou de ir para cima e tentava a todo momento tomar a bola do Timbu dentro da área alvirrubra. Aos 47 minutos, contudo, o Vozão cometeu falta perigosa e viu Rodrigo Souza desviar a cobrança de Marco Antônio com perigo, mas a bola saiu pela linha de fundo. O árbitro, entretanto, havia marcado o impedimento.

De igual para igual

Se a primeira etapa de jogo foi marcada por momentos em que uma das equipes se fez prevalecer no domínio das ações, o segundo tempo foi mais equilibrado. Diferentemente do primeiro tempo, o Ceará chegou mais ao ataque. Logo aos oito minutos, Felipe chegou com perigo pelo lado direito, mas não conseguiu cruzar com sucesso para Bill.

O Náutico, por sua vez, também continuou buscando a vitória a todo custo. Aos 19 minutos, Rony dominou bem e deu o passe para Yuri Mamute. Na hora do chute, o atacante foi interceptado. Aos 28 minutos, de tanto tentar, o Timbu até chegou a balançar as redes com Igor Rabello, mas o árbitro viu o jogador impedido no lance.  Um minuto depois, após boa jogada de João Ananias, Gastón manda para o fundo do gol, mas, novamente o lance foi anulado.

Aos 33 minutos, o Ceará voltou a oferecer perigo. Wescley fez boa jogada individual, arriscou e obrigou Rodolpho a fazer outra boa defesa para salvar o time.

No apagar das luzes, Igor Rabello tentou novamente de cabeça após lançamento de Marco Antônio e conseguiu, enfim, abrir o placar para o Náutico. No sufoco, o Timbu deu sequência ao bom momento na Série B e viu a torcida alvirrubra comemorar aliviada o retorno ao G4, já que, com o empate, o time iria ficar de fora da zona de classificação à Primeira Divisão.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 1X0 CEARÁ

Náutico – Rodolpho; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabelo, Gastón; João Ananias, Rodrigo Souza, Marco Antônio, Vinícius; Rony e Bergson. Técnico: Givanildo Oliveira.

Ceará – Éverson; Tiago Cametá, Ewerton Páscoa, Charles, Eduardo; Diego Felipe, Felipe, Wescley, Felipe Menezes; Ciel e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

Série B (31ª rodada). Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE). Árbitro: Joao Batista de Arruda (RJ). Assistentes: Michael Correia e João Luiz Coelho de Albuquerque (Ambos de RJ). Cartões Amarelos: Tiago Cametá (C), Bill (C), Thallyson (C), Ewerton Páscoa (C), Rony (N), Vinícius (N) e Rodrigo Souza (N). Gol: Igor Rabello (N) aos 48 do segundo tempo. Público: 25.257.Renda: R$ 504.170,00.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta