Bom Jardim Notícias.com

Com polêmica, Sport perde para o líder, mas permanece fora da Z4

Com polêmica, Sport perde para o líder, mas permanece fora da Z4

Rubro-negros caíram para a 15ª colocação e só não entraram na zona de rebaixamento devido às derrotas de Coritiba e Vitória.

Tido como azarão, o Sport vendeu caro a derrota para o líder Palmeiras. Visto como azarão, o Leão jogou de igual para igual e foi melhor durante vários momentos da partida, mas acabou derrotado por 2×1, em jogo na tarde deste domingo (23) que foi marcado por mais uma polêmica de arbitragem, com os leoninos reclamando pênalti não marcado, em lance que acabou resultado no primeiro tento paulista da partida. Com a derrota, os rubro-negros caíram para a 15ª colocação, só não entrando na Z4 devido às derrotas de Coritiba e Vitória.

17168393090009303650000

Ciente da importância da partida na sua árdua luta contra o rebaixamento, o Sport contrariou todos os prognósticos, que apontavam o Palmeiras como franco favorito na partida. Repetindo o time que bateu o Vitória, na rodada passada, o treinador Daniel Paulista conseguiu não só equilibrar as ações no primeiro tempo, como também foi melhor durante maior parte da etapa inicial. Tanto que a primeira chance foi dos pernambucanos, aos 19 minutos, com Rogério, que mesmo batendo mascado, obrigou Jaílson a fazer boa defesa. Um minuto depois, a grande polêmica da partida. Após cruzamento do Sport, Rithely cabeceou e Mina, com o braço levantado, tocou com a mão na bola. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro mandou seguir a partida. E no contra-ataque, Dudu foi lançado e apenas tocou na saída de Magrão, abrindo o placar e fazendo festa dos palmeirenses, para revolta dos rubro-negros.

Mesmo em desvantagem no placar, o Leão não se abateu e continuou impondo o seu ritmo de jogo. Aos 32 minutos, veio o gol de empate. Em mais um escanteio, Rithely cabeceou na trave e na volta Rogério também usou a cabeça, deixando tudo igual no placar e silenciando o Allianz Parque. O tento acabou colocando fogo na partida. Um minuto depois, Mina cabeceou para Magrão fazer grande defesa. Como resposta, Everton Felipe fez linda jogada individual e saiu de frente com Jaílson, mas acabou sendo atrapalhado pelo gramado e bateu de canela, para fora. Aos 37, foi a vez de Jean desperdiçar sobra na marca do pênalti. Porém, o castigo leonino veio nos desconto. Após lateral cobrado na área, Tchê Tchê aproveitou a sobra e bateu rasteiro. Magrão ainda tocou na bola, mas não evitou a desta palmeirense: 2×1.

Na volta do intervalo, Cuca sacou o lateral-direito Fabiano e acionou Thiago Santos para fazer uma marcação em Diego Souza. Com isso, o Leão perdeu muito em criação. Já o Palmeiras pouco se arriscava ao ataque. As oportunidades começaram a aparecer apenas a partir dos 20 minutos. A primeira em erro grotesco de Alecsandro, que tentou recuar e acabou entregando um presenta para Apodi bater forte, mas sem muita direção. Em seguida, Diego Souza recebeu de Ruiz e bateu de esquerda para linda de defesa de Jaílson. Retrancado, o Verdão assegurou a vitória e está cada vez mais perto do título.

FICHA DO JOGO
Palmeiras 2

Jailson, Fabiano (Thiago Santos), Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés e Jean; Allione (Cleiton Xavier), Dudu e Barrios (Alecsandro). Técnico: Cuca.

Sport 1
Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Paulo Roberto, Rithely, Diego Souza e Everton Felipe (Apodi); Rodney Wallace (Ruiz) e Rogério (Vinícius Araújo). Técnico: Daniel Paulista

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
Assistentes: Nadine Schramm Bastos (SC) e Pablo Almeida da Costa (MG).
Gols: Dudu (aos 20 do 1ºT), Rogério (aos 32 do 1ºT) e Tchê Tchê (aos 45 do 1ºT).
Cartões amarelos: Fabiano, Jaílson e Thiago Santos (Palmeiras). Diego Souza e Ruiz (Sport).
Público: 31.107
Renda: R$ 2.172.551,24

 

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta