Bom Jardim Notícias.com

6 FANTÁSTICOS REMÉDIOS PARA VOCÊ DISSOLVER OS CRISTAIS DE ÁCIDO ÚRICO EM POUCO TEMPO!

6 FANTÁSTICOS REMÉDIOS PARA VOCÊ DISSOLVER OS CRISTAIS DE ÁCIDO ÚRICO EM POUCO TEMPO!

A crise de gota caracteriza-se por uma dor aguda, que pode se acentuar no período da madrugada até o amanhecer, ou durante a realização de um esforço físico.

A crise dura de quatro a sete dias, podendo se prolongar além desse tempo; se for muito intensa, o seu agravamento pode ocasionar febre baixa e calafrios.

Relacionada a fatores hereditários – em alguns casos, doença familiar –, alimentares e individuais, a gota é ocasionada pela elevação da concentração de ácido úrico (produto final do metabolismo das purinas orgânicas e alimentares) e derivados (uratos) no sangue e pelo seu depósito nas articulações e ao seu redor.

O fato de uma pessoa apresentar níveis elevados de ácido úrico no sangue não implica que seja portadora de gota.

A gota é uma doença mais frequente no sexo masculino (95% dos casos) e em geral manifesta-se entre os 30 e 50 anos.

As mulheres tornam-se mais propensas a sofrer desse mal durante a menopausa.

É raro o diagnóstico em homens e mulheres jovens.

Uma pessoa pode conviver com ácido úrico elevado durante 20 a 30 anos sem que apareçam os primeiros sintomas de gota.

Não é à toa que existe um ditado popular bem-humorado que diz: “Antes dos 50 é gostoso; depois, é gotoso”.

Um nível elevado de ácido úrico no corpo pode provocar, além da gota, problemas como pedras nos rins, insuficiência renal, hipertensão e doença cardiovascular.

Para quem tem gota e ácido úrico elevado, é importante limitar a ingestão de álcool, uma vez que interfere na eliminação desse ácido.

Evitar o consumo de doces (frutose, xarope de milho, sacarose), pois eles tendem a aumentar os níveis de ácido úrico.

Fazer exercício físico regular e manter um peso saudável é muito importante.

Acredita-se que a gordura aumente a produção de ácido úrico.

Deve-se adotar uma dieta equilibrada rica em vegetais alcalinos e pobre em proteína.

Evite carboidratos refinados, como pão branco, massas, bolos, doces, bebidas gasosas, chocolate, vinho tinto, carnes (especialmente as mais gordurosas), enlatados e embutidos.

Corte alimentos ricos em gordura, uma vez que reduz a capacidade do corpo para eliminar o ácido úrico.

A maioria dos óleos vegetais se transformam em gorduras rançosas quando aquecidos ou processados.

As gorduras rançosas destroem a vitamina E, vital no corpo e essencial para o controle dos níveis de ácido úrico.

Opte por azeite de oliva prensado a frio em vez de usar óleo vegetal (canola, soja, milho…), manteiga, margarina ou gordura nos seus alimentos.

O azeite extravirgem de oliva contém gorduras monoinsaturadas que permanecem estáveis quando aquecidas.

Além disso, ele é rico em vitamina E e antioxidantes e tem propriedades anti-inflamatórias.

Como complemento ao tratamento, você pode adotar uma dessas seis dicas naturais:

1. Vinagre de maçã

Por ser um “limpador” natural, isto é, um desintoxicante, o vinagre de maçã ajuda a remover do corpo resíduos tóxicos como o ácido úrico excessivo.

Além disso, o vinagre de maçã contém ácido málico, que ajuda a quebrar e eliminar o ácido úrico.

O vinagre de maçã também ajuda a restaurar o equilíbrio ácido-alcalino no corpo e exerce forte atividade anti-inflamatória e antioxidante.

Como usar:

Adicione 1 colher (chá) de vinagre de maçã de boa procedência, de preferência orgânico, em um copo de água.

Beba duas ou três vezes por dia.

Importante: não tome vinagre de maçã em excesso, pois pode diminuir os níveis de potássio no organismo.

Além disso, pode interferir com drogas diuréticas.

Portanto, tome-o moderadamente.

2. Suco de limão

Pode parecer que o suco de limão vai deixar o corpo mais ácido, mas na realidade ele produz um efeito alcalino e ajuda a neutralizar o ácido úrico.

Além disso, seu teor de vitamina C também ajuda a reduzir os níveis de ácido úrico.

Como usar:

Esprema o suco de um limão em um copo de água morna.

Beba-o na parte da manhã com o estômago vazio.

Continue por pelo menos algumas semanas.

3. Cereja

Se você mora em região onde há facilidade de encontrar cerejas, agradeça a Deus!

Esta fruta contém substâncias químicas que ajudam a reduzir rapidamente os níveis de ácido úrico.

Além disso, ela possui flavonoides chamados antocianinas, que ajudam a baixar o ácido úrico e reduzem a inflamação.

Como usar:

Coma meia xícara de cerejas diariamente por algumas semanas.

Você também pode beber um ou dois copos de suco de cereja fresco durante quatro semanas.

4. Melancia

A melancia é rica em licopeno.

Pesquisas constataram que o licopeno é um varredor de radicais livres, prevenindo várias doenças, inclusive o câncer.

O suco da polpa da melancia com as sementes elimina o ácido úrico do organismo, pois faz faz com que os filtros renais funcionem melhor.

A melancia é composta em sua grande maioria de água (90%) e possui apenas 31 calorias.

Como usar:

Bata no liquidificador 2 xícaras com pedaços de polpa de melancia com sementes e 1 copo de água de coco ou água mineral.

Coe e tome em seguida.

A dose recomendada são três vezes por dia.

5. Pepino

O pepino é um forte alcalinizante e excelente fonte de minerais, como fósforo, potássio, cálcio e enxofre.

Por sua forte capacidade de alcalinizar o corpo, ele é usado com muito sucesso no combate à gota e ao ácido úrico.

Como usar:

Liquidifique meio pepino médio e meia cenoura média com 1 copo de água de coco ou água mineral.

Coe e beba na hora.

A dose recomendada são duas vezes por dia.

6. Bicarbonato de sódio

Também é excelente para alcalinizar o sangue e equilibrar o pH do corpo.

Ele evita a formação de cristais de ácido úrico e facilita sua eliminação na urina.

Como usar:

Consuma meia colher (chá) de bicarbonato de sódio dissolvido em 200 mL de água, em jejum, durante 15 dias (ou até menos) para se livrar da gota e ácido úrico.

http://www.curapelanatureza.com.br/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta