Bom Jardim Notícias.com

Como a esteira curva pode ajudar no seu treino

Como a esteira curva pode ajudar no seu treino

Muitos corredores não gostam de treinar na esteira por acharem monótono e pelo equipamento causar mudanças biomecânicas no ato de correr. Contudo, existe um modelo de esteira ainda não muito conhecido que se assemelha mais à corrida natural. Chamada de esteira curva, ela corrige a pisada e ainda possibilita o treinamento de diferentes capacidades, como força, velocidade, resistência e agilidade.

Movimento de impulsão
O principal diferencial do equipamento é o fato de ela não ser motorizada, exigindo que o corredor faça o movimento de impulsão para a frente para se deslocar, o que não ocorre na esteira tradicional, já que é o motor que faz a força para a lona do deck girar.

“O fato de a energia ser gerada pelo próprio praticante faz com que o movimento fique mais próximo da realidade da corrida”, explica Pérsion Schiapim, treinador da Technogym – marca que trouxe este ano para o Brasil a esteira curva SkillMill, presente já na rede de academias Competition, em São Paulo, e na Move Fit, em Vinhedo.

Ritmo de corrida
Como a força de impulsão é feita pelo corredor, é ele quem determina o ritmo. Assim como na rua, a velocidade da corrida é determinada pela cadência e pelo comprimento da passada. Se o atleta parar de correr, a esteira para de rodar.

Menos impacto
“O design ergonômico em curva contribui para reduzir o impacto na fase de aterrissagem, pois promove uma adequação das articulações dos membros inferiores de uma forma mais natural”, diz o treinador. Essa “correção” do movimento ocorre porque o deck curvo faz com que a aterrissagem seja feita com o a parte frontal do pé, e não com o calcanhar.

Treinamento
A esteira permite fazer uma grande variedade de treinos – de força, velocidade, resistência e agilidade. A SkillMill, por exemplo, possui um sistema de marcha pelo qual é possível aumentar a resistência. Quanto mais alta, mais força o atleta tem que fazer para conseguir correr.

É possível também trabalhar exercícios coordenativos, como corridas laterias, para desenvolver agilidade. “Eles ajudam a melhorar a técnica do movimento e a resposta neuromotora para realizar os exercícios, proporcionando aos praticantes maior consciência corporal”, afirma o representante a marca.

Matéria publicada no site do Ativo.com

 

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta