Bom Jardim Notícias.com

Como o peixe elétrico pode dar choque?

Como o peixe elétrico pode dar choque?
Texto de Thailine Costa – Bióloga

“Alguns dias atrás assistindo um documentário que falava sobre enguia, fiquei muito curiosopara saber como este animal consegue produzir eletricidade” (Lucas Airam)

Olá Lucas, adorei a sua pergunta! As enguias são peixes de hábitos noturnos que possuem o corpoalongado e chegam a medir até 2,5 metros de comprimento, podendo viver por até 22 anos em toda América do Sul. Elas são capazes de produzir desde pequenas descargas elétricas, até centenas de volts. Na Amazônia, o “peixe-elétrico” mais conhecido é o Poraquê (Electrophorus electricus), este produz uma descarga de até 600 volts, capaz de causar sérios danos se atingir regiões que afetam músculos, nervos ou coração, podendo ocasionar até a morte de um ser humano adulto.

Os choques são produzidos na musculatura do animal e são utilizados como uma forma de orientação e comunicação entre as enguias, mas também como mecanismo de ataque ou defesa. Para imobilizar sua presa ou escapar de um predador, basta encostar no animalzinho para descarregar sua energia acumulada.

electrophorus_electricus_3

Electrophorus electricus: A eletricidade produzida é capaz de causar sérios danos se atingir regiões que afetam músculos, nervos ou coração, podendo ocasionar até a morte de um ser humano adulto. Foto: Reprodução/seriouslyfish

Como funciona o mecanismo de choque?

O corpo das enguias possui células modificadas chamadas de eletrócitos, estas fazem a separação de cargas iônicas (sódio e potássio), que são separados dentro e fora dos eletrócitos, formando então uma corrente entre os pólos. Essas células estão presentes ao longo do corpo e concentradas na cauda, seu o funcionamento é parecido com o de uma bateria, o pólo negativo fica na frente do corpo e o pólo positivo localiza-se na parte de trás quando os dois pólos (positivo e negativo) são ativados, o choque é com força total.

aquariaklcc_exhibits_electric_zone_electric_eel

O Poraquê (Electrophorus electricus), produz uma descarga de até 600 volts. Foto: Reprodução/aquariaklcc/ Montagem/diariodebiologia

Outra coisa que também intriga muitas pessoas é, de como esses bichos se protegem do seu próprio choque?

Ao produzirem esses pulsos elétricos, mesmo em uma frequência baixa, a eletricidade é acumulada criando um campo elétrico ao redor dos peixes-elétricos, conforme a mudança ocorrida nesse campo indicando que ele foi invadido, ele instintivamente descarrega a energia o suficiente para paralisar o predador ou matá-lo.

Fontes: super , revistagalileu e mundoestranho

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta