Bom Jardim Notícias.com

Náutico perde para o Avaí em jogo com arbitragem polêmica

Náutico perde para o Avaí em jogo com arbitragem polêmica

Um jogo que tinha tudo para ser o gás para o acesso alvirrubro acabou sendo ruim para os alvirrubros. O Náutico perdeu por 3×0 para o Avaí na Ressacada, e permanece fora do G4 a duas rodadas do fim da Série B.

O clima era de decisão. Vista a importância do embate, o técnico Givanildo Oliveira resolveu repetir a escalação que entrou em campo contra o Goiás, na 36ª rodada do Brasileirão Série B. Porém, o que chamou mais a atenção na partida foi a atuação ruim do árbitro Diego Almeida Real.

No primeiro tempo, diante de uma Ressacada lotada, o Avaí encontrou um Náutico forte, que deixou o jogo equilibrado. O Timbu tentava atacar pelas pontas, mas encontrava a dura marcação dos donos da casa, que precisavam de um resultado positivo para continuar na briga pelo acesso.

Após os quinze minutos, os visitantes começaram a crescer na partida, com uma boa falta cobrada por Vinícius, que obrigou o goleiro Renan a praticar uma grande defesa. Aos 24 minutos, porém, quem abriu o placar foi o Leão de Floripa. Após uma polêmica em torno de uma falta marcada, Marquinhos Catarina cobrou com perfeição, no ângulo, sem chances para Júlio César.

Depois o gol, a equipe do Náutico se desestabilizou, e o Avaí aproveitou o bom momento para pressionar e deu outro susto novamente com Marquinhos, que carimbou a trave do goleiro alvirrubro após outra bola parada. Enquanto todos já estavam se preparando para descer aos vestiários, aos 46, o árbitro marcou um pênalti polêmico para os catarinenses. Igor Rabello travou um chute do atacante do Avaí, que caiu na área. Marquinhos foi para a cobrança e aumentou o placar para 2×0.

O segundo tempo começou com um Náutico mais ofensivo. Após as entradas de Maylson e Tiago Adan, o time buscou mais as bolas na área do Avaí, que se fechou com a vantagem no placar. Porém, os donos da casa ainda possuíam a arma do contra-ataque, que foi letal logo aos sete minutos. Depois de um cruzamento de Renato, Rômulo completou quase da pequena área para deixar o marcador em 3×0.

Depois, já com a partida morna, o Avaí investia no setor defensivo, enquanto que o Náutico tentava esboçar alguma reação. Aos 31 minutos, a situação para os visitantes, que já era ruim, piorou com a expulsão de Maylson. O time Timbu mal conseguia criar chances claras, e não diminuiu o placar, que terminou 3×0 para os catarinenses.

Com o resultado, o Náutico permanece na quinta colocação com 57 pontos, enquanto que o Avaí é o terceiro com 62. Na próxima rodada – a penúltima da Série B – o Timbu irá até Juiz de Fora no sábado (19) encarar o Tupi. O jogo será às 16h30 (Horário do Recife). Já o Avaí irá para Londrina encarar a equipe da casa também no mesmo dia, e mesmo horário.


FICHA DO JOGO

AVAÍ 3
Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Luan, João Filipe (Judson), Renato, Diego Jardel e Marquinhos (João Paulo); Rômulo (Vitor). Técnico: Claudinei Oliveira.

NÁUTICO 0
Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón; João Ananias, Rodrigo Souza (Maylson), Marco Antônio (Tiago Adan) e Vinícius; Rony e Bergson (Negretti). Técnico: Givanildo Oliveira.

Local: Estádio da Ressacada (Florianópolis/SC)
Gols: Marquinhos (Avaí, 24’; 46’), Rômulo (Avaí, 7’ST)
Cartões amarelos: Igor Rabello (Náutico), Gastón Filgueira (Náutico), Vitor (Avaí)
Cartões vermelhos: Maylson (Náutico)

http://www.folhape.com.br/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta