Bom Jardim Notícias.com

Para onde vão as cigarras quando não estão cantando?

Para onde vão as cigarras quando não estão cantando?

“Eu leio seu blog sempre que possível, sou um analista de sistemas e não sei muito sobre biologia, porém sou muito curioso, então surgiu a seguinte pergunta: Para onde vão as cigarras durante as estações que elas não estão cantando. Seu blog é ótimo!” Tiago Teixeira

Não tenho uma boa notícia para você, Tiago. As cigarras depois da cantoria, morrem ;-( … Isso mesmo, na verdade, elas nascem se enterram no soloe quando saem do solo… Cantam e morrem. Mas vou explicar melhor! Para entender é preciso falar do ciclo de vida das cigarras.

As fêmeas adultas após serem fecundadas, cavam buraquinhos nos troncos das árvores onde colocam seus ovos, após a eclosão, as larvas descem do tronco, e se enterram ali próximo as raízes. Por lá podem passar 2, 13 ou 17 anos abaixo da terra, dependendo da espécie. Lá eles somente se alimentam da seiva da raiz e crescem, trocando a pele de vez enquanto.

Após esse tempo todo, elas saem da terra e escalam o tronco da árvore, ali sobre a última troca de pele. É por isso que às vezes encontramos casquinhas de cigarra presas aos troncos e não por que elas explodem de tanto cantar como algumas pessoas imaginam. Bom, assim que trocam pela última vez a casquinha e se recuperam do processo, começa a cantoria. Somente os machos fazem aquele som. Somente eles cantam. O barulho é provocado pela vibração de membranas no lado de baixo do primeiro segmento abdominal. Toda cantoria é somente para atrair a fêmea para a cópula.

A má notícia é que assim que copulam geralmente o macho morre e a fêmea sai para colocar seus ovos na casca da árvore e depois disso, também acaba morrendo. Assim, não é costume vermos cigarras “fora do tempo” por que a maior parte de sua vida é subterrânea. Você pode ler mais sobre cigarras AQUIe AQUI.

cigarra-garoto-animal-planet
A má notícia é que assim que copulam geralmente o macho morre e a fêmea sai para colocar seus ovos na casca da árvore e depois disso, também acaba morrendo. Assim, não é costume vermos cigarras “fora do tempo” por que a maior parte de sua vida é subterrânea.

http://diariodebiologia.com/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta