Bom Jardim Notícias.com

Cientistas descobrem que quando bebem cerveja, os caracóis não sentem dor!

Cientistas descobrem que quando bebem cerveja, os caracóis não sentem dor!

Um estudo bastante curioso realizado pelos pesquisadores do Departamento de Meio Ambiente e Biologia Florestal da Universidade Estadual de Nova Iorque, juntamente com o Departamento de Medicina Comparativa da Universidade de Rochester nos Estados Unidos, mostrou evidências claras de que os caracóis que são utilizados em pesquisas científicas e precisam ser sacrificados são submetidos a experiências que causam muita dor, porém conseguiram observar que se os mesmos forem mergulhados na cerveja com álcool essa dor pode ser minimizada drasticamente.

6_motivos_para_beber_cerveja

A utilização de animais em pesquisas científicas causa muita revolta em milhões de pessoas pelo mundo e é um assunto bastante discutido pelas redes sociais e pesquisas, porém é fato que sem esses testes em animais muitas descobertas de doenças, vacinas, medicamentos, tratamentos e curas não seriam possíveis. É claro que toda e qualquer experiência com a utilização de animais precisa ser registrada e analisada pelo código de bioética, além disso, é necessária a utilização de mecanismos adequados para realizar a eutanásia do animal com o mínimo de dor possível dentro dos padrões da bioética.

Muitas pessoas ficam comovidas e revoltadas quando algumas pesquisas são anunciadas pela mídia onde afirmam que são utilizados animais vertebrados como macacos, ratos e cachorros como objetos de experiências e testes, porém essas mesmas pessoas não sentem o mesmo sentimento quando os testes são realizados com invertebrados, como os insetos ou caracóis e esquecem que esses animais também são seres vivos e sentem alguma “dor”.

O fato principal desta pesquisa publicada no Journal of the American Association for Science Laboratory Animal, foi observado que quando os caracóis são mergulhados apenas no álcool etílico 95% para realizar sua morte, os mesmos mostram sinais de sofrimento extremo, como defecação, secreção de muco excessivo e retração para suas conchas. Por isso, os pesquisadores resolveram utilizar de um mecanismo humano bastante comum como o ato de embriagar-se para tentar minimizar a dor dos caracóis, e não é que deu certo! Eles mergulharam os caracóis numa solução de cerveja com teor alcoólico de 4,75% e observaram que isso reduzia drasticamente a sua sensibilidade da dor.

10-interesting-facts-about-animals-07

Após o mergulho nesta solução, os pesquisadores realizaram raspagens e espetadas com agulhas nos caracóis e verificaram que os mesmos não realizaram nenhum reflexo e nem se retraíram para suas conchas, ou seja, não apresentaram nenhuma dor e demonstraram bem “corajosos” para a sua morte inevitável.

Portanto, ficou claro que quando o álcool da cerveja penetrou nos seus tecidos os mesmos apresentaram certa dormência e facilitou realizar a sua eutanásia para experiências científicas e minimizar o seu sofrimento. Essa pesquisa mostra o fato de que é necessário realizar testes e pesquisas com animais, porém com qualidade e sem causar sofrimento e dor nos animais pesquisados ou testados, lembrando sempre que todo ser vivo merece respeito e atenção!

 

Fontes: iflscience / iflscience / eurekalert
Artigo: Evaluation of Euthanasia..
Imagens: Reprodução/ revistavivasaude / amaznginfo
Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta