Bom Jardim Notícias.com

Com embargo à construção de arena, FestVerão Porto é cancelado

Com embargo à construção de arena, FestVerão Porto é cancelado

Multada em R$ 600 mil pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) pela ausência de estudo ambiental na construção de uma casa de shows à margem da PE-09, em Porto de Galinhas, a Luan Promoções decidiu cancelar o primeiro evento que aconteceria na arena: o FestVerão Porto. O festival seria em janeiro, com shows de artistas como Wesley Safadão, que é também um dos sócios do empreendimento junto com a Luan e o empresário Janguiê Diniz.

Foto Divulgação
Wesley Safadão é um dos sócios do empreendimento (Foto: Divulgação)

A CPRH havia determinado há uma semana o embargo da obra e aplicado a multa à Luan Promoções. Técnicos da agência constaram que não havia nenhuma avaliação de impacto ambiental da área e do entorno nem qualquer informação sobre ações mitigadoras para compensar possíveis danos ambientais. Para que seja concedida a licença pela CPRH, é necessário que a empresa apresente Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA).

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu inquérito civil público para investigar os impactos do empreendimento para Porto de Galinhas e recomendou à Prefeitura de Ipojuca, através da Secretaria de Meio Ambiente, a suspensão imediata das obrasA medida vale até a concessão da licença ambiental CPRH, se houver a autorização do órgão estadual. A portaria que instaura a investigação para apurar o caso afirma que a gestão municipal concedeu autorização ambiental para “canteiro de obras” sem considerar o grau de interferência no meio ambiente nem o fato de se tratar de empreendimento como de grande impacto ambiental e de vizinhança.

“A Luan Promoções informa, que em decorrência da suspensão do processo de licenciamento ambiental pela Prefeitura de Ipojuca para realização das obras de terraplanagem do Centro de Cultura e Lazer (Arena Porto) por recomendação do Ministério Público de Pernambuco, em respeito às instituições envolvidas e a população em geral, e visando construir um diálogo positivo com a comunidade de Porto de Galinhas para esclarecer inúmeros equívocos veiculados pela mídia, resolveu, apesar dos vultosos prejuízos seguidos, CANCELAR a realização do FestVerão Porto que ocorreria em janeiro de 2017.

Comunicamos que o principal objetivo da construção do Centro de Cultura e Lazer é o de promover o desenvolvimento econômico, turístico e social de Porto de Galinhas, de Ipojuca e de Pernambuco, cuja terraplanagem foi iniciada, apenas e exclusivamente, após a expedição das respectivas licenças pelo município de Ipojuca, nos termos da legislação vigente.

Assim, acreditando que o projeto irá contribuir com o desenvolvimento de Porto, visamos estimular melhorias locais de infraestrutura, acessos e qualificação profissional da comunidade, junto com órgãos envolvidos, empresariado local e população, sempre respeitando e preservando o meio ambiente.

Reforçamos que a nossa atuação foi, e sempre será, pautada nos estritos termos das leis vigentes e em respeito às instituições e ao diálogo com a comunidade e com a sociedade em geral.” 

http://blogs.ne10.uol.com.br/

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta