Bom Jardim Notícias.com

Pesquisas comprovam: as pessoas que amam queijo vivem mais

Pesquisas comprovam: as pessoas que amam queijo vivem mais

O Incrível.club tem ótimas notícias para quem adora queijo: esta delícia pode prolongar a vida.

 De acordo com uma pesquisa publicada na famosa revista científica Nature, os queijos curados contêm uma substância especial que pertence ao grupo das poliaminas e reduz consideravelmente o risco de surgimento de doenças cardiovasculares, retarda o envelhecimento e aumenta a expectativa média de vida.

Inicialmente, os estudiosos realizaram uma experiência com ratos de laboratório, e descobriram que o consumo regular de poliaminas presentes nos queijos prolongavam a vida dos roedores.

Após isso, fizeram uma pesquisa com 800 moradores da Itália, que revelou que as pessoas que consomem queijo regularmente têm menos tendência a sofrer de hipertonia e doenças cardiovasculares. Além disso, possuem 40% menos chance de desenvolver insuficiência cardíaca, em comparação com aqueles que não consomem queijo.

Os pesquisadores acreditam que as poliaminas ajudam as células do organismo a eliminar toxinas e seus fragmentos prejudiciais, o que influencia positivamente na saúde, ajudando inclusive no rejuvenescimento.

É claro que precisamos lembrar que o queijo é um alimento muito calórico, e que nem todas as pessoas podem consumi-lo por questões de tolerância. Mas isto não que dizer que quem não pode comer queijo deva ficar privado da oportunidade de rejuvenescer e prolongar a vida. E, claro, aproveitar o prazer deste alimento delicioso.

Uma substância similar àquela encontrada nos queijos curados (como o Canastra ou o Trasmontano, de Portugal) e está presente também em outros alimentos, como ervilha, milho, feijão e grãos integrais. Porém, o queijo tem uma vantagem indiscutível: é muito mais gostoso!

Foto de abertura duskbabe/ @DEPOSITPHOTOS.COM
Produzido com base em material de
Metro , Nature Medicine

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta