Bom Jardim Notícias.com

Quanto tempo duram os tênis de corrida?

Quanto tempo duram os tênis de corrida?

À medida em que usamos nossos tênis de corrida, vamos constatando uma deterioração que não se limita à aparência. Seus materiais, sobretudo os da sola, vão perdendo sua resistência e, após algum tempo, deixam de cumprir o papel atribuído a eles.

Embora não haja estudos que demonstrem a ligação entre desgaste e o desencadear de lesões, os tênis de corrida têm uma vida útil presumida e limitada. A depender do fabricante, ela pode variar de 400 a 700km. Essas estimativas variam, e as diferenças são atribuídas a tipos diversos de modelos e marcas.

tenis

Para sermos mais exatos, há sim um estudo, elaborado por um grupo de investigação chamado BioPex, da Universidade de Extremadura, na Espanha, que realizou um trabalho voltado para o objetivo de verificar se a quilometragem percorrida pelos tênis de corrida afeta a forma segundo a qual os atletas correm. Para essa finalidade, observaram 33 atletas que utilizaram um mesmo modelo, da New Balance.

O estudo demonstrou que, com tênis de corrida com 350 quilômetros de utilização, os atletas não acusaram problemas relativos a pressões plantares. Aos 700 km de uso, observou-se elevação da pressão plantar na zona do médio pé dos atletas que os calçavam. Com essas análises, os investigadores concluíram que, ainda que os tênis não apresentem um desgaste a olho nu, seu uso deve ser limitado por uma quantidade de quilômetros ou tempo de uso.

Mas como sabemos se eles já cumpriram sua missão? Embora o desgaste esteja relacionado a vários fatores, como o peso do corredor, seu tipo de pisada e a superfície sobre a qual corre, há certos parâmetros que nos ajudarão a determinar quando devemos trocar nossos tênis.

Como mencionamos acima, não é fácil calcular o quanto podemos correr com cada calçado. Porém, se corremos 10 quilômetros entre três ou quatro vezes por semana, teremos que trocá-los a cada seis meses, aproximadamente.

Outro ponto a considerar são os sinais de desgaste extremo no solado. Se constatamos sua existência, é um sinal de que devemos trocar os tênis. Se colocamos os tênis sobre uma superfície plana e vemos, da perspectiva do calcanhar, que há alguma inclinação, trata-se de outro indicativo de que é chegada a hora de substituir os calçados.

Temos distintas formas de pé e tipos diferentes de pisada. Alguns depositam maior parte do peso do corpo na parte interna da planta do pé; outros, na parte externa. O importante é não deixar que os solados se desgastem de forma extremamente desigual, o que poderia interferir em nossa pisada e resultar, possivelmente, numa lesão.

Por fim, se sentimos alguma dor fora do comum ao correr ou se nos sentimos incômodos com os tênis, podemos concluir que é hora de trocá-los. Os tênis são o equipamento mais importante do corredor. Devemos estar confortáveis com eles para desfrutar o momento enquanto corremos.

Esta matéria foi publicada originalmente no site Activo Chile.

Compartilhar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta