Bom Jardim Notícias.com

Sport cumpre o protocolo e se classifica na Copa do Brasil

Sport cumpre o protocolo e se classifica na Copa do Brasil

O duelo contra o Boavista, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, foi apenas uma questão protocolar para o Sport. Com uma vantagem de três gols obtida ainda no primeiro jogo, na semana passada, o Leão nem precisou se esforçar muito para carimbar a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Bastou entrar em campo e não fazer nada muito errado para garantir a vaga. Ainda assim, fez o suficiente para vencer a partida por 1×0, com gol de Diego Souza.

Classificado, o Sport só conhecerá o seu adversário na quarta fase da competição na próxima sexta-feira, quando haverá o sorteio dos confrontos da próxima etapa do mata-mata nacional. O Leão pode enfrentar qualquer uma das nove equipes presentes nesta fase, em dois jogos e com o critério do gol fora como desempate. Só que antes disso, os rubro-negros se preocupam com o Pernambucano. No domingo, encaram o Belo Jardim, no Arruda.

 

EM BANHO MARIA, SPORT SOFRE POUCO

A realidade é que o técnico Daniel Paulista poderia até ter poupado alguns titulares para este compromisso. Isso porque os titulares do Sport não pareciam tão motivados para enfrentar uma equipe abaixo da média, que veio com os reservas e que estava praticamente eliminada da competição. A desmotivação era tanta que o Leão tocou a partida no banho maria, sem forçar tanto, até para não se desgastar mais do que o necessário.

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Ainda assim, os rubro-negros sobraram na partida. Tanto que abriram o placar ainda no primeiro tempo com Diego Souza, que aproveitou bom passe de André para estufar as redes. Mas se o torcedor esperava o início de uma goleada com esse gol, teve que se contentar com uma partida chata e sem muitas emoções. Os donos da casa seguiram em ritmo lento contra uma fraca equipe do Rio de Janeiro.

Outro que também “deixou sua marca” mesmo com a sonolência do jogo foi o goleiro Magrão. Passou longe de ser muito exigido no gramado, mas quando foi minimamente acionado na partida, fez uma boa defesa, mostrando que estava bem acordado.

 Mas mesmo com o gol de Diego Souza e a boa defesa de Magrão, o Sport apenas cumpriu sua obrigação em campo. Com o passar do tempo, o esforço do Leão diminuía e a partida se arrastava. Os 45 minutos finais só existiram porque a regra obrigava a isso, caso contrário o árbitro poderia encerrar a partida muito antes. Só faltou um cartório e uma fila para que a burocracia ficasse completa.

NEM A TORCIDA EMPOLGOU

A grande prova que a partida era mais burocrática do que decisiva foi o público da Ilha do Retiro. Pouco mais de duas mil pessoas foram para o estádio. Nem mesmo o torcedor se empolgou para uma partida como essa.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1×0 BOAVISTA

Sport: Magrão; Samuel, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Ronaldo, Rodrigo e Diego Souza; Rogério (Fábio), André (Paulo Henrique) e Leandro Pereira (Everton Felipe). Técnico: Daniel Paulista.

Boavista: Rafael; Léo Cunha, Lucas Rocha, Renato Silva (Gustavo) e Pedro Botelho; Júlio César, Filipe Gomes, Thiago Silva (Vitor Faísca) e Mateus Paraná (Robert); Amaral e Leandrão. Técnico: Joel Santana.

Copa do Brasil (3ª fase). Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Árbitro: Edmar Campos Encarnação (AM). Auxiliares: Marcos Santos Vieira e Alexsandro Lira de Alexandre (ambos do Amazonas). Gols: Diego Souza (S) aos 31 do 1º tempo. Amarelos: Leandro Pereira (S), Thiago Silva (B) e Ronaldo (S). Público: 2.014. Renda: R$ 29.560.

http://blogs.ne10.uol.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta