Bom Jardim Notícias.com

Usar smartphone na cama no escuro pode causar cegueira temporária. A nova doença oftalmológica foi descrita em um artigo científico

Usar smartphone na cama no escuro pode causar cegueira temporária. A nova doença oftalmológica foi descrita em um artigo científico

magine ficar, do nada, por cerca de 20 minutos sem conseguir enxergar?  Ver apenas vultos e não ter certeza se que aquilo passaria ou se era para o resto da vida?

Caso verídico:

Uma britânica de 22 anos, que até então sempre tinha enxergado muito bem, notou que, em algumas noites, o olho direito começou a incomodá-la. Isso costumava acontecer duas ou três vezes por semana, depois passou a ser constante. Uma noite, ela simplesmente passou a não enxergar mais com esse olho. Bateu um desespero, gritos acordaram a casa toda. Somente depois de 20 minutos, a moça foi retomando a visão normal. Ela fez exames oftalmológicos e cardiovasculares, e a vista parecia estar normal.

Um estudo publicado no Jornal de Medicina da Nova Inglaterra explicou que este tipo de cegueira ocorre sempre um tempo depois da pessoa checar o celular, no escuro, enquanto estão deitadas na cama. Além disso, o olho com o qual não se consegue enxergar é exatamente o do lado oposto sob o que se está deitada. A explicação dos especialistas é que olho que fica apoiado no travesseiro, não recebe tanta luz como o olho que fica diretamente exposto a luminosidade do celular, que perde a sensível e, em alguns casos, pode sofrer de cegueira temporária. Os médicos ainda afirmam que “embora muitas pessoas vejam a tela com os dois olhos, algumas frequentemente usam o celular enquanto estão deitadas, quando um olho pode estar coberto mesmo sem que elas percebam“.

O agravante é que fabricantes estão produzindo telas com maior brilho para compensar a luminosidade do ambiente de fundo e, assim, permitir uma leitura fácil. Assim, segundo o artigo médico, este tipo de sintoma irá ocorrer cada vez mais e é preciso que os oftalmologistas estejam prontos para essa patologia nova e a evitar ansiedade desnecessária e investigações caras. A cegueira transitória dos smartphones (TSB) é um fenômeno real e pode contribuir para um diagnóstico neurológico equivocado na prática clínica.

Os médicos dizem que essa cegueira temporária era, até onde se sabe, inofensiva, e facilmente evitável, se as pessoas tomassem o cuidado de olhar o smartphone com ambos os olhos. No entanto, os estudos sobre o novo problema de visão estão ainda sendo concluídos, e, portanto, ainda não se sabe se este tipo de cegueira pode se tornar definitiva. A dica é: evite o uso do celular enquanto está deitado no escuro.

Fonte: news.med / oglobo /Capricho
Artigo: Ali Alim-Marvasti et. al
Imagens: Reprodução/ daqui / oglobo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta