Bom Jardim Notícias.com

Câmara anuncia mais policiais e R$ 4,07 mi para segurança pública

Câmara anuncia mais policiais e R$ 4,07 mi para segurança pública

O Governo de Pernambuco anunciou nesta quarta-feira (12) novas medidas para melhorar os índices de Segurança Pública no Estado já a partir deste ano. Segundo o governado Paulo Câmara, só em 2017 serão investidos mais de R$ 4 milhões – R$ 4,071 milhões -, o que representa 14% dos investimentos do Governo e quase um milhão a mais do que o investido em 2016. Mais policiais civis, militares e científicos também devem ser convocados em todo o Estado, além de investimentos em estrutura, como novos veículos e equipamentos.

De acordo com os dados divulgados pelo Governo, 1.500 novos soldados foram convocados para integrar o corpo da Polícia Militar e já estariam em treinamento para chegar às ruas da Capital e o Interior já no segundo semestre deste ano. Na Polícia Civil, o aumento dos agentes inclui a convocação de 140 delegados e 600 agentes escrivãs. No Interior, onde os casos de violência aumentaram e passaram a incluir explosão de agências bancárias, o investimento inclui o direcionamento de mais policiais para atuar no Agreste, Sertão e na Zona da Mata. Com a ampliação do efetivo e a renovação das frotas, o Governo informa que o investimento foi de mais de R$ 290 milhões.

“Hoje nós queremos informar e ratificar que a nossa priorização no pacto é a redução no número de homicídio, de furtos de roubo, entre os crimes violentos contra o patrimônio. Busca incansável na diminuição da violência contra a mulher, contra o tráfico de drogas, contra o crime organizado. Isso tudo está pensado, está numa estratégia reformada, feita pelos novos comandantes”, explicou Paulo Câmara. Segundo ele, as ações foram pensadas em conjunto com diversas esferas do poder e da sociedade civil, como os poderes Judiciário e Executivo e o Ministério Público, além de outras instituições. “Estamos buscando que Pernambuco tenha condições de dar repostas rápidas.”

O governador anunciou também que os agentes policiais devem ser remanejados dos seus cargos. Policiais aposentados devem retomar o trabalho, mas em funções administrativas, para que os agentes que atualmente desenvolvem essas funções possam ir às ruas. Esses profissionais devem ser capacitados novamente. “São duas semanas de capacitação para o retorno às atividades, mas o importante da contratação dos policiais aposentados é a desoneração daqueles que hoje estão na ativa”, explica o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Kehrle, dizendo que os mais jovens serão afastados dos serviços mais burocráticos para ir às ruas.

Concursos

Uma das medidas para melhorar a atuação da polícia no Estado anunciadas por Paulo Câmara foi a criação de concursos públicos que devem contratar 500 agentes por ano. Segundo ele, esse número significa um aumento de 15% no pessoal e deve repor principalmente as aposentadorias, além de oferecer policiais para áreas que precisarem de reforço.

Sobre os concursos das polícias Civil e Científica, cujos candidatos aprovados aguardam um posicionamento do Estado, Joselito Kehrle, afirmou que a prova psicotécnica será refeita. “Em sendo cumprida a fase do psicotécnico, que foi a fase que o Ministério Público cancelou, eles iniciem em maio, essa é a previsão da Polícia Civil”, explica Joselito. Segundo ele, a etapa do teste psicotécnico foi cancelada por recomendação do órgão, e o Governo do Estado está cobrando a realização da prova à empresa responsável, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), mas ainda não há previsão para a realização do exame. Ele também afirma que as vagas foram aumentadas e o concurso, que previa 100 delegados e 500 agentes escrivães, deve receber 140 e 600, respectivamente.

Caso Itambé

Sobre a morte do jovem Edvaldo Alves, de 19 anos, o governador voltou a afirmar que o Estado tem todo o interesse de continuar as investigações. “Vamos fazer os encaminhamentos necessários para a punição dos culpados, mas não podemos pré-julgar nem vamos fazer isso. Vamos respeitar a lei porque todo mundo tem o direito de ter o contraditório oferecido.”

Edvaldo Alves morreu nesta terça-feira (11) após quase um mês internado na UTI do Hospital Miguel Arraes, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O jovem participava de um ato, junto com moradores de Itambé, na Zona da Mata, que pedia por mais segurança, quando um policial atirou em sua virilha, à queima-roupa, com uma bala de borracha. Manifestantes filmaram a ação e o vídeo se espalhou nas redes sociais. Os PM’s foram afastados das ruas e atualmente desenvolvem funções administrativas a corporação.

Delações

O governador também se pronunciou sobre as delações premiadas da Odebrecht divulgadas nesta terça-feira (11), que citavam políticos de seu partido e envolviam as obras da Arena de Pernambuco.

Segundo Paulo Câmara, as contas da obra da Arena, que ele afirma ter sido a mais barata do país, serão esclarecidas na investigação. “As investigações estão ocorrendo e vai haver a punição dos responsáveis”. Sobre os políticos citados, entre os quais o ex-governador Eduardo Campos, ele afirma que tem “muita confiança de que a verdade seja esclarecida”

http://www.folhape.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta