Bom Jardim Notícias.com

Paixão do Recife lota praça do Marco Zero

Paixão do Recife lota praça do Marco Zero

A previsão era de muita chuva no Recife nesta Sexta-Feira Santa (14), mas, afora uma chuvinha, ficou só a ameaça, com nuvens o tempo inteiro em processo de formação. Acontece que, na hora do espetáculo Paixão do Recife, comandado pelo ator e diretor José Pimentel, no Marco Zero da capital pernambucana, quem olhasse para céu veria todo o entorno nebuloso e, apenas sobre a praça onde ocorre a encenação, o firmamento se apresentava límpido e repleto de estrelas. As interpretações desse cenário, claro, ficam a cargo dos internautas.

Foi nesse clima que milhares de pessoas acompanharam na noite desta sexta a passagem dos 40 anos em que Pimentel interpreta o papel de Jesus Cristo (21 anos no Recife após 19 anos em Nova Jerusalém). A quantidade de cadeiras disponibilizadas para o público não deu para quem quis. Muita gente acompanhou a apresentação de pé. Todos, sentados ou não, muito atentos.

Paixão do Recife

A estudante Ananda Alves, 17 anos, nem era nascida quando A Paixão do Recife teve início, ainda no Estádio José do Rego Maciel, no bairro do Arruda, Zona Norte do Recife. Este ano ela resolveu conferir o espetáculo pela primeira vez. “Está lindo”, elogiou. “Eu nunca tinha vindo, já tinha ouvido falar e queria ver como era. É muito bem feito.”

Morador de bairro de Campo Grande, também na Zona Norte, o vigilante desempregado Maurício José da Silva, 50, há sete anos assiste à Paixão do Recife. Ele chegou às 19h30, junto com a companheira e três filhas, e ainda conseguiu conferir a apresentação sentado. “O espetáculo é ótimo; todo ano eu venho”, contou. “É uma reflexão para o cristianismo, para a gente refletir sobre a vida de Jesus para os dias de hoje. É muito importante a gente assistir a esse espetáculo para refletir sobre o amor de Jesus pela humanidade. Pena que muitos só reconhecem neste dia. Mas devemos lembrar de Jesus todos os dias”, considerou Silva, para quem o fato de o evento ser gratuito é um diferencial.

http://www.folhape.com.br/

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta