Bom Jardim Notícias.com

Sorte do Sport que Magrão não foi poupado contra o Joinville

Sorte do Sport que Magrão não foi poupado contra o Joinville

Ocorreu o que era esperado pelo torcedor do Sport. Desfalcado dos seus principais jogadores, como Diego Souza, André e Rithely, o Leão foi pouco criativo em campo e perdeu para o Joinville por 2×1 nesta quarta-feira, pela quarta fase da Copa do Brasil. Mas sorte dos rubro-negros que o goleiro Magrão não estava com o CK alto nem foi poupado do jogo por algum outro motivo. Coube a ele decidir novamente a partida para o Sport com dois pênaltis defendidos na disputa após os 90 minutos, já que os catarinenses devolveram o placar da Ilha do Retiro. Leandro Pereira anotou o dos visitantes, enquanto Bruno Rodrigues e Marlyson viraram para o JEC. Nas penalidades, vitória leonina por 4×3.

Com a classificação para a próxima fase, o Sport agora aguarda o sorteio dos confrontos das oitavas. O adversário será uma das equipes que disputam a Libertadores deste ano – Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Chapecoense, Palmeiras, Flamengo, Grêmio ou Santos. Enquanto isso, foca agora a decisão contra o Náutico, pela semifinal do Pernambucano, no domingo.

 

OUÇA AS COBRANÇAS DE PÊNALTIS

DESFIGURADO, SPORT SOFRE

Sem a principais peças do time, que foram poupadas devido a um desgaste mais alto, o Sport sofreu em campo para criar em campo. O time até teve posse de bola, mas com pouca objetividade, errando muitos passes lá na frente. Assim pouco agrediu o Joinville. Juninho, que marcou dois gols no clássico contra o Náutico, ficou muito isolado e mal tocou na redonda.

Menos ruim para o Leão que o Joinville, mesmo chegando com mais perigo, não parecia em noite inspirada. Os catarinenses erraram quase tudo que fizeram no ataque. Teve direito até a chute no gramado. Fora isso, muitas conclusões equivocadas por parte dos donos da casa. Isso seria um alívio para os rubro-negros não fossem os espaços dados após sair na frente no placar. A zaga leonina cochilou e viu os catarinenses viraram o confronto, o que obrigou a disputa a ir para os pênaltis.

 MAGRÃO FALHA, MAS SALVA

Além do dia ruim do Joinville, o Sport contou novamente com Magrão. Além dos pênaltis, fez uma grande defesa nos 90 minutos. O detalhe, contudo, é que desta vez o goleiro teve que agir por um erro dele mesmo. Em chute de fora da área, o ídolo do Leão se atrapalhou e concedeu o rebote para logo em seguida se recuperar.

LEANDRO PEREIRA DECIDE NA DELE

O atacante Leandro Pereira foi um dos que mais sofreu com o time desconfigurado em campo. Atuando pelo lado do campo, foi discreto e pouco conseguiu produzir. Mas quando foi para a dele, mais centralizado no ataque, conseguiu decidir. Pouco foi acionado, mas quando teve a mínima chance, mandou para as redes.

FICHA DA PARTIDA – JOINVILLE 2(3) X (4)1 SPORT

Joinville: Matheus; Caíque, Danrlei, Max e Fernandinho; Roberto (Aldair), Tinga e Lúcio Flávio (Bruno Rodrigues); Breno, Alex Ruan (Fabinho Alves) e Marlyson. Técnico: Fabinho Santos.

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez (Matheus Ferraz), Durval e Mena; Fabrício, Thallyson (Everton Felipe) e Ronaldo; Lenis, Juninho (Rodrigo) e Leandro Pereira. Técnico: Ney Franco.

Copa do Brasil (4ª fase). Local: Arena Joinville, Joinville (SC). Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva-PA. Auxiliares: Helcio Araujo Neves e Jose Ricardo Guimarães Coimbra (ambos do PA). Gols:Leandro Pereira (S) aos 27, Bruno Rodrigues (J) aos 31 e Marlyson (J) aos 44 do 2º tempo. Cartões amarelos: Henríquez (S), Ronaldo (S), Roberto (J), Durval (S), Danrlei (J) e Magrão (S). Público:4.934.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta