Bom Jardim Notícias.com

Você sabia que o fator de risco para obesidade e problemas bucais é o mesmo?

Você sabia que o fator de risco para obesidade e problemas bucais é o mesmo?

Uma dieta rica em açúcares e carboidratos é o prato cheio para problemas de saúde, como obesidade e cáries. Entretanto, apesar de ser um assunto muito explorado no meio acadêmico, ainda não foi comprovada a relação entre o excesso de peso e a cárie dentária. Inclusive, no último ano, uma polêmica surgiu sobre o assunto no Reino Unido, pois campanhas de combate à obesidade infantil não abordavam a saúde bucal.

Paula Midori Castelo (CROSP 72126), membro da Câmara Técnica do Conselho Regional Odontologia de São Paulo, explica que o controle do aumento de peso é apoiado em dois pilares: boa alimentação e prática de exercícios físicos. “O consumo de alimentos ricos em grãos, fibras e com teor reduzido de açúcar também é recomendado por cirurgiões dentistas, em especial para as crianças, já que a alimentação mais consistente e fibrosa favorece o desenvolvimento dos maxilares e dos músculos mastigatórios, assim como uma dieta saudável ajuda na prevenção de cáries”, afirma.

Ter atenção com a saúde geral gera um impacto positivo no bem-estar. De acordo com Paula, se o indivíduo que cuida bem do corpo também cuida da boca, ele tem retornos positivos em vários aspectos da saúde: “A boca não está isolada do restante do corpo: é por ela que o alimento é triturado e preparado para a digestão; um bolo alimentar bem formado propicia uma melhor absorção dos seus nutrientes.” Para que isso aconteça, é importante que os dentes e as gengivas sejam saudáveis, livres de dor, desconforto e infecções. “Mais do que pensar na obesidade, devemos pensar na saúde bucal como fator importante para o estado nutricional do indivíduo e, por consequência, para a saúde como um todo”, explica.

Um estudo feito por Paula em Piracicaba (SP) investigou uma amostra representativa de crianças na fase pré-púbere (passagem da infância para a adolescência). Das 313 crianças avaliadas, mais de 38% apresentaram peso acima do índice nacional para a idade. “Nenhuma associação foi observada entre obesidade e cárie dentária”, afirma. Paula explica que o excesso de peso é uma condição inflamatória e também tem sido relacionada com problemas na gengiva. “É importante lembrar que a obesidade envolve muitos fatores predisponentes e perpetuantes, como fatores genéticos, ambientais e alimentares, por isso a dificuldade de estabelecer uma relação tão próxima com um fator específico”, alerta.

http://www.msn.com

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta