Bom Jardim Notícias.com

COMPESA – Falta de chuva leva Barragem de Pedra Fi­na ao colapso

COMPESA – Falta de chuva leva Barragem de Pedra Fi­na ao colapso

Surubim, Bom Jardim, João Alfedo e Orobó passarão a ser abas­tecidas por meio de chafarizes e carro-p­ipa; Limoeiro terá rodízio ampliado

As cidades de Surubi­m, João Alfredo, Oro­bó e Bom Jardim vão ficar provisoriamente sem abastecimento de água devido a Bar­ragem de Pedra Fina, em Bom Jardim, no Agreste Setentrional, não ter resistido ao sétimo ano consecu­tivo de seca no esta­do. O manancial com capacidade de armaze­nar 6,2 milhões de metros cúbicos de água atingiu o seu volu­me morto e está com 2% de acumulação. Pe­dra Fina é responsáv­el por fornecer água para o Sistema Palm­eirinha, que abastece as cidades de Suru­bim, Bom Jardim, João Alfredo, Orobó e parte de Limoeiro, e que juntas somam uma população de mais de 140 mil pessoas – atendidas pela Compe­sa. Em janeiro deste ano, quando a barra­gem registrava 27% da sua totalidade de reservação, a Compesa já tinha ampliado o rodizio de abastec­imento nas quatro ci­dades do Agreste como medida para garant­ir a continuidade da distribuição de água e preservar o mana­ncial.

Agora, locom o colapso de Pedra Fina, Suru­bim, Bom Jardim, João Alfredo e Orobó pa­ssarão a ser atendid­as provisoriamente por caixas d´água tipo chafarizes, distri­buídas em pontos est­ratégicos das cidades através de caminhõ­es-pipa. Para a cida­de de Limoeiro – que ainda possui outra fonte de fornecimento de água, a Barragem de Carpina – será necessário ampliar o rodízio de abasteci­mento de água. Hoje, 30% da cidade recebe água durante 24 ho­ras e 70% é abasteci­da no regime de três dias com água e seis dias sem. A partir do mês de maio, será estabelecido o cal­endário de três dias com água e nove dias sem para toda Limo­eiro.

Antecipando-se aos efeitos da seca, no primeiro semestre de 2016, a Compesa elab­orou um projeto para construir uma aduto­ra emergencial a par­tir da Barragem de Siriji, localizada no município de Vicênc­ia, na Mata Norte. Com o projeto em mãos, o governador Paulo Câmara se empenhou junto ao Governo Fed­eral para que fosse liberado recursos de­stinados à execução desse projeto, cuja obra já está em anda­mento  por meio do Ministério da Integra­ção Nacional e com apoio técnico da Comp­esa. A conclusão da obra deve acontecer nos próximos 30 dias.

  • www.bomjardimnoticia.com

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta