Bom Jardim Notícias.com

Julio Cesar pega pênalti e salva o Santa Cruz diante do Atlético-PR

Julio Cesar pega pênalti e salva o Santa Cruz diante do Atlético-PR

O Santa Cruz recebeu o Atlético-PR em sua primeira partida da Copa do Brasil nesta temporada. A partida terminou sem gols mas, em um jogo apático pelas oitavas-de-final da competição, com uma marca especial para o goleiro tricolor Julio Cesar. O arqueiro coral defendeu um pênalti, polêmico, no segundo tempo, seu primeiro com a camisa do Tricolor do Arruda.

A partida de volta entre Santa Cruz e Atlético-PR está marcada para o dia 31 deste mês. O jogo ocorre na Arena da Baixada. O próximo compromisso do Tricolor é a estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, diante do Criciúma, fora de casa, neste sábado (13).

 

JOGO APÁTICO

O primeiro tempo de jogo foi sonolento. As duas equipes chegavam timidamente aos seus respectivos ataques. O destaque inicial aconteceu aos 12 minutos, quando o Santa Cruz saiu em contra-ataque. Na quina da grande área do Atlético, o árbitro em cima do lance facilitou o desarme da equipe paranaense.

O primeiro chute do Santa Cruz veio aos 18 minutos. Elicarlos recebeu de Pereira, limpou e chutou para o gol, com defesa de Weverton. No lance seguinte, David recebeu de Vítor na área e chutou direto para a meta atleticana. A bola saiu desviada para escanteio.

LANCE DE VETERANOS

A chegada do Atlético aos 24 minutos, em chute cruzado de Grafite, obrigou Julio Cesar a mandar pela linha de fundo com as pontas dos dedos. Apenas aos 40 minutos levou mais um susto à defesa coral. Com o goleiro tricolor já fora do lance, o lateral Vítor, sentado, tirou chute de grafite em cima da linha. A sobra foi atleticana e o capitão do Santa Cruz mais uma vez afastou.

LEVE DESPERTAR

O segundo tempo começou um pouco mais animado, mas ainda sem grande empolgação. No comecinho desta etapa, Everton Santos carregou no campo de ataque e tocou para Elicarlos. O volante, de fora da área, chutou com perigo e a bola passou do lado direito do goleiro Weverton.

A outra chance tricolor veio aos 10 minutos. William Barbio cruzou na área e Weverton defendeu. Thomás pegou o rebote, mas chutou muito em baixo e a bola saiu por cima do gol do Atlético-PR.

JULIO CESAR

Aos 18 minutos do segundo tempo o árbitro marcou um pênalti, bastante contestado, de Vítor em Sidcley. Matheus Rossetto, que entrou no intervalo, foi para a cobrança. O goleiro Julio Cesar caiu com segurança no canto esquerdo e defendeu o pênalti. Foi a primeira defesa e pênalti do arqueiro com a camisa coral.

CHANCE CORAL

O tricolor teve mais uma chance de gol depois dos 40 minutos de partida. William Barbio cruzou na área e Weverton defendeu, dando rebote ao ataque tricolor. Thiago Primão ficou com a sobra e tentou de primeira, mas a zaga do Atlético-PR desviou pela linha de fundo, cedendo escanteio.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ 0 x 0 ATLÉTICO-PR

Santa Cruz: Julio Cesar; Vítor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; Elicarlos, David e Pereira (Thiago Primão); Thomás, André Luís (William Barbio) e Júlio Sheik (Everton Santos). Técnico: Vinícius Eutrópio

Atlético-PR: Weverton; Cascardo, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Otávio, Eduardo Henrique, Lucho (Sidcley), João Pedro (Rossetto) e Yago; Grafite (Eduardo da Silva). Técnico: Paulo Autuori

Copa do Brasil (oitavas-de-final). Local: estádio do Arruda, no Recife (PE). Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ – CBF). Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Diogo Carvalho Silva (ambos do Rio de Janeiro CBF). Cartões amarelos: Bruno Silva (SC), Wanderson (A), Vítor (SC), Nicolas (A), Cascardo (A). Público: 4.030. Renda: R$ 22.490.

http://blogs.ne10.uol.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta