Bom Jardim Notícias.com

Diabéticos e hipertensos solteiros vivem menos. Estudo revela que o casamento eleva uma expectativa de vida de pessoas com estas doenças

Diabéticos e hipertensos solteiros vivem menos. Estudo revela que o casamento eleva uma expectativa de vida de pessoas com estas doenças

Uma pesquisa com um suporte social mais forte, um estilo de vida mais saudável e uma maior aceitação dos tratamentos com remédios.

A pesquisa foi realizada sem Reino Unido e contou com análises de prontuários de quase um milhão de pessoas por mais de 10 anos. Os pacientes que apresentaram maior risco de vida associado a fatores de risco cardíaco (como por exemplo: colesterol em níveis elevados, hipertensão e diabetes tipo 2) foram em sua maioria como pessoas solteiras. Os pesquisadores indicaram algumas razões para isso, como por exemplo: casamento ajuda a superar os riscos de desenvolvimento de doenças cardíacas.

Pessoas na faixa de idade dos 50 a 70 anos com índices altos de colesterol, diabetes tipo 2 e hipertensão têm 16% de chance de continuarem vivos após os 14 anos de estudo se eles são casados.

Apesar de o mercado exercer um efeito protetor sobre os tipos de doenças, não é possível verificou nessa pesquisa se como pessoas em todo o mundo. Os autores do estudo não são recomendados como pessoas se casem. Pelo contrário, eles querem que essa base social se reproduza também em pessoas solteiras, com apoio de familiares e amigos.

Uma mensagem do estudo é como relações sociais são importantes e determinantes sobre a nossa saúde e bem-estar.

Fonte: BBC

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta