Bom Jardim Notícias.com

7 Sintomas de Metabolismo Acelerado

7 Sintomas de Metabolismo Acelerado

Você provavelmente já ouviu falar de pessoas que comem muito, nem sempre fazem atividades físicas e que, mesmo assim, perdem peso rapidamente. Outras, de forma contrária, têm enormes dificuldades em reduzir peso e, quando conseguem, precisam chegar a estes resultados com muito esforço. Vários fatores estão envolvidos nesta questão e cada pessoa possui características metabólicas diferentes que irão definir se haverá maior ou menor gasto calórico.

O metabolismo é o componente que determina o ritmo de cada organismo e que irá definir a forma como a energia é consumida e também gasta para as muitas funções vitais. Conhecer bem como o metabolismo funciona irá definir os resultados de perda de peso e de ganho de massa muscular.

Vamos conhecer abaixo 7 sintomas do metabolismo acelerado e algumas dicas de como lidar com este problema e conseguir manter seu corpo saudável. 

O que é o Metabolismo?

O metabolismo é um grupo de diversas funções que ocorrem no organismo para atender às necessidades de energia e manutenção dos processos. O corpo recebe energia através da degradação dos nutrientes presentes nos alimentos, convertendo-os em substâncias menores que serão, posteriormente, utilizadas pelas células para suas funções.

A alimentação é essencial para que se consiga energia. Durante o processo de digestão, as enzimas que estão presentes no trato digestivo quebram os alimentos presentes para que estes sejam convertidos em substâncias menores. Estes, então, são absorvidos e transportados através da corrente sanguínea para dentro das células.

Para que o metabolismo funcione corretamente é necessária certa quantidade de energia e este total de calorias é definido, basicamente, pela soma de quatro componentes principais: a Taxa Metabólica Basal, o Efeito Térmico dos Alimentos, a Termogênese da Atividade Sem Exercícios, e o Efeito Térmico da Atividade Física.

1. Taxa Metabólica Basal

A taxa metabólica basal é o total de calorias que o corpo precisa para manter suas funções vitais, tais como o bombeamento do sangue, a respiração, as atividades do sistema nervoso, entre outras, durante o estado de repouso. Esta taxa representa a maior parte da quantidade de energia gasta pelo organismo, consumindo em torno de 60% a 75% das necessidades diárias de calorias.

PUBLICIDADE

O gasto energético do metabolismo basal é influenciado por diversos fatores, entre eles, a idade, o sexo, condições genéticas, a composição corporal, entre outros. A taxa metabólica basal irá definir quando há metabolismo rápido e quando existem sintomas de metabolismo acelerado.

2. Efeito Térmico dos Alimentos

Esta taxa envolve o gasto energético do processo de digestão, da absorção e da utilização dos nutrientes que são obtidos através dos alimentos. Este gasto energético representa de 5% a 15% de toda a taxa metabólica diária.

3. Termogênese da Atividade Sem Exercícios

Esta taxa envolve as atividades realizadas de forma espontânea, incluindo a agitação e a inquietação de movimentos, como andar de um lado para outro, ficar em pé, conversar com alguém, entre outras coisas. Estima-se que esta “agitação” pode chegar a consumir de 300 a 350 calorias a mais todos os dias.

4. Efeito Térmico da Atividade Física

O efeito térmico das atividades físicas é determinado pelo total de calorias gastas durante os exercícios físicos. Este gasto energético pode ser proveniente de atividades aeróbicas que estimulam o sistema cardiovascular ou de treinos anaeróbicos para estimular os músculos. O gasto total de calorias será definido pela intensidade e duração dos exercícios, assim como pelas condições físicas do praticante.

Sintomas do Metabolismo Acelerado

O metabolismo rápido, também chamado de hipermetabolismo, é definido pelo aumento da taxa de atividade do metabolismo e por um crescimento anormal da taxa de metabolismo basal. Este problema apresenta um grupo de sintomas e a perda de peso é um dos mais característicos.

O metabolismo rápido pode ser causado por diferentes fatores, podendo surgir após uma grave lesão ou trauma ao organismo, após cirurgias, infecções, transplantes de medula óssea, tratamentos realizados com esteroides, problemas hormonais, hipertireoidismo, entre muitos outros.

A verificação das possíveis causas do metabolismo acelerado pode ser realizada através de PET scan, em que uma varredura é realizada através de uma injeção de contraste para que as áreas exatas do corpo que estão causando o aumento da taxa de metabolismo fiquem em evidência e, desta forma, seja identificada a origem do problema. Apesar de o metabolismo acelerado não ser considerado uma doença, deve-se sempre identificar as causas para verificar possíveis problemas adjacentes.

Veja, a seguir, 7 sintomas do metabolismo acelerado:

1. Perda repentina de peso

Este é um dos principais e mais característicos sintomas do metabolismo acelerado, pois quando o metabolismo se mantém ativo por longos períodos, este irá necessitar uma maior quantidade de calorias para manter suas funções, ocasionando, assim, um maior gasto energético.

Quando o organismo passa a não receber este total de calorias através da alimentação, ele precisará utilizar suas fontes de energia armazenadas, usando a gordura como fonte de energia ou até mesmo utilizando a massa muscular presente no corpo como combustível alternativo.

2. Cansaço e fadiga

O metabolismo acelerado precisa de maior quantidade de calorias e, muitas vezes, estas calorias não serão adequadamente obtidas através da alimentação, causando um aumento expressivo do cansaço e da fadiga.

Outra questão é que o metabolismo rápido não consegue utilizar de forma adequada os nutrientes provenientes dos alimentos e as células passam a trabalhar com baixa quantidade de nutrientes, causando danos aos processos metabólicos e às funções vitais do organismo.

3. Aumento dos batimentos cardíacos

Quando o metabolismo está mais ativo, o corpo tem maior necessidade de oxigênio, e por isso o corpo precisa aumentar o bombeamento de sangue, promovendo o aumento dos batimentos cardíacos. Quando a frequência cardíaca do organismo é maior, muitos outros sintomas irão surgir, causando insônia, sudorese, cansaço, entre outros.

4. Insônia

Os sintomas do metabolismo acelerado relacionados aos distúrbios do sono são muito comuns nestas pessoas, pois ele se mantém ativo o tempo todo, causando diversos sintomas físicos como o aumento da frequência cardíaca e atrapalhando o relaxamento no horário de descanso. A insônia pode ocorrer por períodos curtos, durando dias ou semanas, ou se tornar um problema crônico, permanecendo por muitos anos.

Os problemas de insônia também trazem outros sintomas, como indisposição física, fadiga física e mental, irritabilidade, mudanças constantes de humor, ansiedade, entre muitos outros.

5. Suor excessivo

A hiperidrose é um sintoma caracterizado pelo suor excessivo e de forma imprevisível. O metabolismo rápido promove maior aumento da temperatura corporal, estimulando o organismo a aumentar a liberação de líquidos através do suor para que o organismo possa ser resfriado e permaneça na temperatura corporal adequada para manter suas funções vitais.

6. Anemia

Como visto anteriormente, o metabolismo acelerado pode levar a outros problemas de saúde devido ao alto consumo de calorias e nutrientes. A anemia é um destes problemas, sendo bastante comum nos casos de metabolismo rápido. A anemia é definida pela redução do total de glóbulos vermelhos no sangue, reduzindo a capacidade do corpo em transportar oxigênio.

O metabolismo rápido causa problemas nutricionais ao organismo, com a deficiência de muitos nutrientes, podem ocorrer diversos problemas. A anemia é causada também pela deficiência de ferro e também provoca diversos sintomas como cansaço, fraqueza, dificuldade de respirar adequadamente, palidez, entre outros.

7. Fraqueza muscular

Em função da perda de peso repentina, ocorre um processo de catabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras pelo metabolismo como forma de obter energia para suas atividades. O corpo passa a consumir tanto a gordura armazenada quanto a massa muscular presente.

Com a redução da massa muscular, ocorre uma redução na resistência física do indivíduo, causando fraqueza e dificuldade em realizar atividades que necessitem de força como carregar objetos mais pesados, levantar e sentar, subir escadas, fazer exercícios, entre muitos outros.

Conclusão

Podem haver diversos sintomas do metabolismo acelerado, entre eles a perda de peso, insônia, fraqueza e também problemas relacionados à má nutrição. Conhecer a forma como o metabolismo atua pode ajudar bastante a quem busca ganhar peso e massa muscular e a quem deseja estar mais em forma, garantindo um funcionamento adequado do organismo e trazendo resultados mais efetivos.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite – (no G+)

Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/7-sintomas-de-metabolismo-acelerado/#ZVq8eohfP7HOxQE5.99

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta