Bom Jardim Notícias.com

Santa Cruz perde de virada para o CRB e permanece no Z4

Santa Cruz perde de virada para o CRB e permanece no Z4

Grafite bem que tentou, mas não foi suficiente para devolver o Santa Cruz ao caminho das vitórias. O time coral foi derrotado de virada por 1×2 com o CRB/AL e permanece mais uma rodada no Z4 do Brasileiro Série B.

O clima era de esperança. No retorno de Grafite ao Arruda como jogador do Santa, a expectativa era de reencontrar a vitória sair da incômoda zona de rebaixamento. O que se viu no início soava como uma mensagem de otimismo.

O Tricolor começou a partida com mais domínio. Com maior posse de bola, o time da casa tentava trabalhar as ações pelos lados do campo, tentando furar uma marcação cerrada dos alagoanos.

Porém, as chances para o time coral eram poucas. Para se ter uma ideia, o primeiro chute ao gol defendido por Edson Kölln só aconteceu aos 22 minutos da primeira etapa. Enquanto isso, o CRB tentava engatar um contra-ataque, mas também se atrapalhava ao chegar perto da área.

Mesmo não tendo a melhor das atuações, o Santa ainda levava perigo. E mais incisivo, colheu bons frutos. Aos 30 minutos, Bruno Paulo recebeu bom passe e chutou próximo ao travessão do CRB. O bom momento coral acabou sendo canalizado em bola na rede.

Nininho fez grande jogada pela direita e cruzou para Grafite, que de cabeça, tocou no canto direito, consciente, deixando o marcado em 1×0 para os donos da casa. Melhor na primeira etapa, o Santa Cruz foi para o intervalo com vantagem no placar.

No segundo tempo, os visitantes tentaram mudar a postura, em busca do empate. O técnico Dado Cavalcanti promoveu duas alterações. Mesmo assim, o Santa continuava na mesma toada do fim da primeira etapa, pressionando e aproveitando falhas da defesa alagoana.

Mas como diz o ditado, “quem não faz, leva”. E neste caso, que levou foi o time tricolor. Toni, um dos jogadores que entrou no segundo tempo, arriscou um belo chute de fora da área e venceu o goleiro Júlio César. 1×1 no placar e situação indefinida no Arruda.

Após o empate, o CRB melhorou no jogo e começou a pressionar mais os donos da casa. Incomodado, o técnico Givanildo Oliveira promoveu as entradas de Ricardo Bueno e Léo Lima, mudando a equipe taticamente. Entretanto, as mudanças não surtiram muito efeito.

Tanto que quem teve a melhor chance na reta final do jogo foi o CRB. Neto Baiano, de fala, carimbou o travessão de Júlio César aos 32 minutos. Apesar dos momentos de perigo, o gramado, encharcado, atrapalhou o desenvolvimento da partida.

No apagar das luzes, veio a virada dos alagoanos. Neto Baiano fez grande jogada na área, cruzou para Marion, que ajeitou para Chico, sozinho, empurrar para o gol, que decretou o resultado final do jogo: 2×1 para os visitantes.

O Santa Cruz permanece no Z4 com um ponto a menos que o Luverdense, primeiro clube fora da zona da degola. Já o CRB subiu para a 7ª posição com 32 pontos.

Na próxima rodada, o Santa Cruz vai até Natal para encarar o ABC, no sábado (09) às 19h. Enquanto isso, no mesmo horário, o CRB recebe o Oeste em Maceió, no Rei Pelé.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ 1
Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Yuri; João Ananias, Derley e João Paulo (Júlio Sheik); André Luís (Ricardo Bueno), Bruno Paulo (Léo Lima) e Grafite. Técnico: Givanildo Oliveira

CRB/AL 2
Edson Kölln; Eduardo (Toni), Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Jorginho (Marion), Rodrigo Souza, Edson Ratinho e Elvis (Yuri); Chico e Neto Baiano. Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Estádio do Arruda.
Horário: 16h30
Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT)
Assistentes: Marcelo Grando e Renato Antonio Angelim Rodrigues (Ambos do MT)
Cartões amarelos: Eduardo, Jorginho, Adalberto, Flávio Boaventura (CRB/AL) / Bruno Paulo, Grafite, Yuri (Santa Cruz)
Gols: Grafite (Santa Cruz, 32’) / Toni (CRB, 14’ST), Chico (CRB/AL, 44’ST)
Público: 8.110
Renda: R$ 56.690,00

http://www.folhape.com.br/esportes/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta